app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Coluna Religião Dom Carlos Alberto Breis (no telão) foi apresentado como bispo coadjutor da Arquidiocese de Maceió

ARQUIDIOCESE TEM UM NOVO BISPO COADJUTOR

Dom Carlos Alberto Breis Pereira foi apresentado, na última quarta-feira, pelo arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandes

Por Marcos Filipe /Pascom Arquidiocesana | Edição do dia 11/11/2023 - Matéria atualizada em 11/11/2023 às 04h00

Na reunião do Clero da Arquidiocese de Maceió, realizada na última quarta-feira, o arcebispo metropolitano, Dom Antônio Muniz Fernandes, apresentou e acolheu Dom Carlos Alberto Breis Pereira, como bispo coadjutor. Em sua apresentação, Dom Antônio Muniz destacou a experiência de Dom Carlos Alberto no ministério episcopal e a sua disponibilidade para colaborar com a Arquidiocese de Maceió.

O metropolita leu um trecho da carta enviada ao Papa Francisco, apresentando a realidade da Igreja Particular, como o aumento populacional, a chegada de novos sacerdotes, religiosos e a criação de paróquias.

“Diante das minhas orações e reflexões, gostaria que o senhor me concedesse um bispo auxiliar ou até mesmo, um coadjutor, como queira a Vossa Santidade”, disse Dom Antônio Muniz.

O arcebispo recebeu uma carta particular do Papa informando que atenderia ao pedido e, no último dia 30 de outubro, chegou a mensagem do Núncio Apostólico com a nomeação.

“Aqui estamos com representantes do clero, do seminário e leigos para este momento. E com alegria iremos preparar sua acolhida. Este é nosso clima a partir de agora”, acolheu virtualmente o novo bispo.

CHEGADA

O bispo coadjutor Dom Carlos Alberto Breis Pereira estará em Maceió a partir do dia 6 de janeiro de 2024.

Ele é um prelado da Igreja Católica nomeado ou eleito, para ajudar e substituir um bispo, arcebispo ou um prelado no exercício das suas funções com direito a sucessão. E deve ser nomeado vigário-geral pelo bispo diocesano.

Dom Carlos Alberto agradeceu a acolhida e se sentiu honrado em ser chamado a servir a Igreja de Maceió. “Há algumas semanas, recebi o comunicado do Núncio Apostólico apresentando, por parte do Papa Francisco, a minha nomeação para essa Igreja Particular. Uma Igreja com 123 anos de história. Irei com o coração disposto, animado para continuar minha missão como franciscano, como bispo, a serviço do Povo de Deus”, declarou.

“O Rio São Francisco que aqui é bênção para o povo do Sertão, deságua nas terras das Alagoas. Então, eu pego carona no Velho Chico para chegar. Talvez o meu coração ainda não está por aí, mas vai chegar junto com meus pés. Desde já agradeço a Dom Antônio Muniz, que me acolheu com bastante alegria, e terei a mesma de colaborar na missão pastoral”, acrescentou o religioso.

JUAZEIRO-BA

Vale ressaltar também que Dom Carlos Alberto Breis – ou, como gosta de ser chamado, Dom Beto –, é o quarto bispo da Diocese de Juazeiro, na Bahia. Frei Franciscano, nascido em São Francisco do Sul, em Santa Catarina, ele nasceu no dia 16 de setembro de 1965.

Mais matérias
desta edição