app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Coluna Religião Orla de Maceió iluminada neste Natal: comemoração do nascimento de Jesus pelos cristãos

BRILHO DA LUZ DO NATAL É UMA HOMENAGEM A JESUS

Pastor Miguel da Silva lembra o nascimento do menino Emanuel, o filho de Deus que veio habitar a Terra para salvar a humanidade

Por Raimundo Gomes/Especial para a Gazeta | Edição do dia 09/12/2023 - Matéria atualizada em 09/12/2023 às 04h00

O brilho da luz do “Natal de Todos Nós” refletido em diferentes cores, encanta os maceioenses e visitantes que estão indo à orla da capital alagoana, nesses dias que antecedem à celebração do nascimento de Jesus. Para os cristãos, uma das mais relevantes comemorações, ao lado da Páscoa, quando se celebra a ressurreição de Jesus Cristo.

Em Isaías 9:6, a vinda de Jesus ao mundo é anunciada 700 anos antes do Seu nascimento com essas dóceis palavras: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado estará sobre seus ombros”. Seu nome, ainda de acordo com Isaías, seria “Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”.

Além de anunciar que Jesus viria como um bebê e que seria chamado por vários nomes, Isaías chegou a profetizar que uma jovem pura daria à luz o Filho de Deus. Foram muitos os profetas que predisseram o nascimento de Jesus Cristo. Miqueias chegou a anunciar Belém de Judá como o local do advento (Miqueias 5:2).

"CRISTO, O SENHOR"

Essas promessas, de acordo com o pastor Miguel da Silva, da Igreja Batista Betel, no bairro de Jaraguá, em Maceió, são cumpridas nos Evangelhos de Mateus 1:18–23 e Lucas 2:4–7. “O anjo do Senhor veio sobre os pastores que estavam no campo guardando seus rebanhos, naquela noite, e anunciou a grande notícia: Nasceu na cidade de Davi (Belém) o Salvador, que é Cristo, o Senhor”.

PAZ NA TERRA

Após anunciar essas boas-novas, o anjo disse aos pastores que eles achariam o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura. “Naquele instante, apareceu uma multidão dos exércitos celestiais, louvando e dizendo: “Glória a Deus nas alturas, Paz na Terra, boa vontade para com os homens”, prosseguiu o pastor Miguel.

A orla da capital foi iluminada para os maceioenses e visitantes celebrarem e reviverem a mensagem tão sublime que os anjos anunciaram aos pastores que guardavam seus rebanhos, naquela noite que mudou a história do mundo, com a chegada do Emanuel, o Deus que veio habitar a Terra para salvar a humanidade.

Mais matérias
desta edição