app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Economia

FGTS poder� ser usado para compra de a��es do BB

O governo vai oferecer 17,7% das ações ordinárias do Banco do Brasil (BB) após as eleições, numa oferta pública que pode trazer até R$ 1,4 bilhão aos cofres públicos. O governo decidiu adotar dois incentivos para o pequeno investidor apostar no BB: o uso

Por | Edição do dia 07/09/2002 - Matéria atualizada em 07/09/2002 às 00h00

O governo vai oferecer 17,7% das ações ordinárias do Banco do Brasil (BB) após as eleições, numa oferta pública que pode trazer até R$ 1,4 bilhão aos cofres públicos. O governo decidiu adotar dois incentivos para o pequeno investidor apostar no BB: o uso de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em um volume de até R$ 500 milhões. A exemplo do que ocorreu na venda de ações da Petrobras e da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), os trabalhadores poderão usar até 50% dos recursos do FGTS para essa finalidade. No caso dos interessados que decidirem pela utilização do FGTS, não haverá desconto, a exemplo do que ocorreu com a venda de ações da Vale e da Petrobras. Para adquirir ações do BB, quem já usou o FGTS para comprar ações da Petrobras e da Vale pode usar o saldo para participar do leilão. De acordo com a cotação atual das ações do BB, deve ser oferecido R$ 1,4 bilhão em ações ordinárias. “Com essa venda, o banco vai estar pronto para integrar o novo mercado da bolsa de valores”, afirmou, ontem, Eduardo Gentil, diretor de Produtos Estruturados do BNDES, após reunião do Conselho Nacional de Desestatização, que aprovou a operação. Segundo ele, o objetivo do governo é “pulverizar” as ações, isto é, garantir que elas sejam compradas principalmente por pequenos investidores.

Mais matérias
desta edição