app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Economia

Ag�ncias da Caixa abrem mais cedo at� hoje para pagar FGTS

As agências da Caixa Econômica Federal em todo o Estado abrem, até hoje, duas horas mais cedo, para atender exclusivamente os trabalhadores que têm direito a receber o crédito complementar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Na agência R

Por | Edição do dia 04/10/2002 - Matéria atualizada em 04/10/2002 às 00h00

As agências da Caixa Econômica Federal em todo o Estado abrem, até hoje, duas horas mais cedo, para atender exclusivamente os trabalhadores que têm direito a receber o crédito complementar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Na agência Rosa da Fonseca, na Praça dos Martírios, ontem de manhã, as filas começaram a se formar antes das 8 horas da manhã. O desempregado Antônio Lopes Souza chegou ao banco por volta das 7h30 e já encontrou cerca de 20 pessoas na fila. “Pensei que ia enfrentar uma fila menor nesse horário, mas acho que me enganei”, comentou, alegando que não teve tempo de ir antes a uma agência da Caixa para receber o crédito complementar do FGTS. Apenas as agências da Caixa no Iguatemi e nos postos instalados em órgãos públicos continuam abrindo no horário normal, às 10 horas. Em todo o País, todas as agências da Caixa deverão abrir duas horas antes até o dia 11 de setembro. Dependendo da demanda, a direção da Caixa em Alagoas vai definir se todas as agências do Estado vão continuar abrindo em horário especial até esta data, ou poderá optar pela abertura de apenas algumas delas. Quem assinou o termo branco de adesão ao acordo do FGTS há mais de um mês e tem direito a créditos até R$ 1 mil, ou tem 70 anos ou mais, já pode procurar a Caixa, independentemente de qualquer calendário. Também aqueles com créditos de até R$ 100,00, beneficiados pela Medida Provisória 55, podem receber a qualquer momento. Os próximos grupos de trabalhadores estão previstos para janeiro de 2003, quando inicia o pagamento da segunda parcela de quem tem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 para receber, e também da primeira parcela dos valores entre R$ 2.000 e R$ 5.000. Até setembro, a Caixa tinha recebido 28 milhões de adesões. Em Alagoas, a estimativa é de que 300 mil trabalhadores tenham direito a receber os créditos suplementares do FGTS, a maioria com valores abaixo de R$ 1mil.

Mais matérias
desta edição