app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Economia

Subs�dio da cana ser� pago hoje a fornecedores

Os produtores de cana-de-açúcar do Nordeste recebem, a partir de hoje, o saldo do programa de equalização de custos – mais conhecido como subsídio. Os recursos foram depositados ontem, como antecipou a  GAZETA DE ALAGOAS, no Banco do Nordeste. Ontem tamb

Por | Edição do dia 04/10/2002 - Matéria atualizada em 04/10/2002 às 00h00

Os produtores de cana-de-açúcar do Nordeste recebem, a partir de hoje, o saldo do programa de equalização de custos – mais conhecido como subsídio. Os recursos foram depositados ontem, como antecipou a  GAZETA DE ALAGOAS, no Banco do Nordeste. Ontem também foi enviada a listagem dos beneficiados pelo Ministério da Agricultura. A assessoria da Superintendência do Banco do Nor-deste em Alagoas confirmou o início dos pagamentos para hoje. Segundo o gerente da agência Centro, em Maceió, Jorge Luiz Cordeiro, o dinheiro do subsídio será transferido automaticamente para a conta das indústrias e fornecedores. “Quem indicou um número de conta bancária já terá o crédito do valor correspondente em sua conta nesta sexta-feira. Quem não indicou conta poderá receber diretamente nas agências do Banco do Nordeste”, esclareceu. Em Alagoas, além da Agência Centro, o pagamento será feito nas agências do BN de Arapiraca, Penedo e na Metropolitana (Álvaro Vasconcelos. Fernandes Lima, Maceió). O valor estimado para Alagoas é de R$ 146 milhões – cerca de R$ 32 milhões para aproximadamente cinco mil fornecedores. No entanto, é provável que uma pequena parte deste total fique retida no banco por ordem judicial. “Ainda não sabemos o valor que estas ações representam, mas posso adiantar que o volume é pequeno”, afirmou Jorge Luiz. O presidente da Asplana (Associação dos Fornecedores de Cana), Edgar Antunes, disse que a liberação do pagamento representa o fim de uma longa espera. “O pagamento nada mais representa do que o cumprimento da lei e o reconhecimento de um direito nosso. Mas cabe resssaltar que foi preciso para isso muita luta. E, por tanto, não deixa de ser uma importante vitória de todos os produtores”, afirmou.

Mais matérias
desta edição