app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Economia

Pol�tica e �ndices econ�micos v�o influenciar mercados

São Paulo – O cenário político continuará ditando o ritmo dos negócios nos próximos dias, mas a divulgação de alguns índices nacionais e estrangeiros também podem influenciar o humor do mercado financeiro esta semana. Na sexta-feira, o sentimento de que a

Por | Edição do dia 07/10/2002 - Matéria atualizada em 07/10/2002 às 00h00

São Paulo – O cenário político continuará ditando o ritmo dos negócios nos próximos dias, mas a divulgação de alguns índices nacionais e estrangeiros também podem influenciar o humor do mercado financeiro esta semana. Na sexta-feira, o sentimento de que a eleição poderia ser definida no segundo turno entre o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, e o tucano José Serra (PSDB), o preferido dos investidores, provocou certo alívio no mercado, com a bolsa subindo 1,31% e o dólar fechando em queda de 2,16%, cotado a R$ 3,62. Paralelamente ao cenário político, o mercado também vai acompanhar atentamente a divulgação dos índices sobre o nível de atividade nacional. Terça-feira será anunciado o desempenho da produção industrial de agosto, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outros indicadores importantes, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), também do IBGE, de setembro serão divulgados na quarta-feira. A previsão de alguns especialistas é que a inflação registrada em setembro fique em 0,6% por causa do repasse da depreciação do real para os preços ao consumidor, o que também tende a influenciar os próximos meses. O mercado financeiro brasileiro ainda deverá acompanhar as notícias do cenário externo, que poderão causar oscilações nas bolsas americanas e estrangeiras, respingando no mercado nacional. Está prevista para sexta-feira a divulgação do índice de confiança do consumidor americano referente a outubro, além de indicadores de vendas no varejo referente a setembro. Antes, porém, outras notícias vindas dos EUA poderão trazer maior nervosismo para os investidores. Há expectativa de que o presidente americano faça um pronunciamento segunda à noite sobre uma possível confirmação de guerra contra o Iraque.

Mais matérias
desta edição