app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Economia

BC enfrenta desafio de rolar US$ 3 bilh�es

Brasília - O primeiro desafio a ser enfrentado pelo Banco Central (BC) depois das eleições de domingo será a rolagem de US$ 3,6 bilhões em títulos e contratos de swap cambial no próximo dia 17. O valor é o maior do ano e ainda será seguido de um outro ve

Por | Edição do dia 08/10/2002 - Matéria atualizada em 08/10/2002 às 00h00

Brasília - O primeiro desafio a ser enfrentado pelo Banco Central (BC) depois das eleições de domingo será a rolagem de US$ 3,6 bilhões em títulos e contratos de swap cambial no próximo dia 17. O valor é o maior do ano e ainda será seguido de um outro vencimento de US$ 1,1 bilhão no dia 23, quatro dias antes do segundo turno das eleições. A primeira tentativa de rolar os US$ 3,6 bilhões na sexta-feira fracassou, com o mercado apresentando propostas não competitivas na oferta de US$ 1,2 bilhão em contratos de swap cambiais e em Notas do Tesouro Nacional da Série D (NTN-D). O saldo positivo da tentativa de sexta foi o fato de a taxa de câmbio não ter apresentado forte oscilação mesmo diante do revés do BC no leilão. A avaliação, entre fontes do governo consultadas pela Agência Estado, é de que boa parte do mercado já colocou no câmbio a possibilidade de vitória do candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, no primeiro ou no segundo turno. “A vitória de Lula já está precificada com um dólar entre R$ 3,60 e R$ 3,70. A dúvida fica mais em relação à formação da equipe econômica do novo governo”, disse uma fonte. A indicação de nomes que eventualmente desagradem ao mercado, segundo esta fonte, poderá puxaro dólar para cima e criar mais dificuldades para as rolagens de títulos e contratos deswap cambiais.

Mais matérias
desta edição