app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Economia

Sal�rio diminui em agosto

A massa de salários reais pagos pela indústria de transformação do País teve retração de 1,24% em agosto. Isso significa que a média salarial do mês passado foi menor que em julho. No ano, o recuo acumulado dos salários é de 0,61%. Os dados fazem parte d

Por | Edição do dia 09/10/2002 - Matéria atualizada em 09/10/2002 às 00h00

A massa de salários reais pagos pela indústria de transformação do País teve retração de 1,24% em agosto. Isso significa que a média salarial do mês passado foi menor que em julho. No ano, o recuo acumulado dos salários é de 0,61%. Os dados fazem parte do relatório Indicadores Industriais divulgado pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). Segundo a CNI, o índice de agosto é um pouco mais baixo que o dos meses anteriores, levando a média nacional para o patamar de março deste ano. Na taxa dessazonalizada, a queda do indicador foi de 0,47%. Nesse critério de avaliação, foi o primeiro recuo registrado após dois meses consecutivos de taxas positivas. Na comparação com o ano passado, a tendência de queda se repete: o recuo é de 0,37% em relação a agosto. “O resultado está intimamente relacionado à redução do número de pessoal empregado e das horas trabalhadas e à evolução da inflação”, informou a CNI. Entre julho e agosto, o número de empregados na indústria teve um ligeiro recuo de 0,03%. Essa foi a segunda redução consecutiva. No cálculo dessazonalizado, no entanto, houve um aumento de 0,17%. Na comparação entre agosto deste ano e o mesmo mês de 2001 houve uma alta de 0,34% na oferta de emprego, o primeiro resultado positivo desde outubro de 2001. No entanto, essa melhora não é suficiente para reverter a queda acumulada no ano, de 0,52% (entre janeiro e agosto).

Mais matérias
desta edição