app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Economia

Pesquisa diz que 80% v�o manter economia de energia

Pesquisa realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostra que cerca de 80% dos consumidores entrevistados pretendem manter os atuais níveis de economia de energia ou até aumentar essa economia, informou ontem o ministro-chefe da Casa Civ

Por | Edição do dia 24/02/2002 - Matéria atualizada em 24/02/2002 às 00h00

Pesquisa realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostra que cerca de 80% dos consumidores entrevistados pretendem manter os atuais níveis de economia de energia ou até aumentar essa economia, informou ontem o ministro-chefe da Casa Civil e presidente da Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE), Pedro Parente. Para ele, os níveis de economia registrados pelo governo têm sido “sucessivamente surpreendentes”. O ministro afirmou que os próprios agentes do setor elétrico, que trabalhavam com a tese de que o racionamento proporcionaria um atraso de um ano no setor - ou seja, o nível de consumo de energia em 2002 seria o equivalente ao de 2001 -, “já acreditam que se poderá ser registrado um atraso de dois anos”. Parente lembrou que, quando a GCE determinou umprimeiro alívio das metas, no fim do ano passado, a expectativa era a de que o consumo nas regiões Sudeste e Centro-Oeste atingisse a marca de 23,5 mil megawatts (MW). “O consumo ficou, porém, abaixo disso”, frisou. Neste ano, mesmo com uma nova flexibilização das metas, que incluiu consumidores eletrointensivos, esta marca não foi atingida. Parente destacou o papel dos consumidores residenciais na economia de energia. Segundo ele, embora o total de economia no Nordeste e Sudeste, entre junho e dezembro, tenha sido inferior à meta geral de 20%, a redução média do consumo nas residências foi de 24,4%.

Mais matérias
desta edição