app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Economia

Mercado aposta na baixa e d�lar fecha no “zero a zero’’

O dólar fechou no ‘’zero a zero’’ nesta terça-feira, vendido pelos mesmos a R$ 3,91 que valia ontem e comprado a R$ 3,90, registrando um dos dias de oscilação mais intensa das últimas semanas. Após todo o sobe-e-desce e a pressão do vencimento de uma dívi

Por | Edição do dia 23/10/2002 - Matéria atualizada em 23/10/2002 às 00h00

O dólar fechou no ‘’zero a zero’’ nesta terça-feira, vendido pelos mesmos a R$ 3,91 que valia ontem e comprado a R$ 3,90, registrando um dos dias de oscilação mais intensa das últimas semanas. Após todo o sobe-e-desce e a pressão do vencimento de uma dívida cambial hoje, o mercado dá sinais claros de uma reversão das expectativas, que agora são de baixa na tendência para o dólar. O maior indício de que a cotação já teria atingido seu limite e que este só seria superado no caso de alguma notícia excepcional foi a baixíssima demanda registrada ontem na operação de rolagem de dívida cambial do governo, contraposta às altas taxas pedidas pelo mercado. De uma oferta de 10.500 contratos feita pelo BC - que caso fosse integralmente fechada, alongaria metade do US$ 1,1 bilhão que vence hoje - houve interesse por somente 900 contratos. É possível dizer seguramente que o resultado aponta um desinteresse do mercado por manter seu estoque de proteção cambial (o chamado ‘’hedge’’) em papéis do governo. Entretanto, diferentemente do ocorrido nos últimos vencimentos, a corrida por dólares em ‘’dinheiro vivo’’ que mantenham esse ‘’hedge’’ no lugar dos papéis que vão vencer foi pequena nos últimos dias.

Mais matérias
desta edição