app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Economia

Receita libera programa do impostode renda a partir do dia 1� de mar�o

Brasília – A partir do dia 1º de março, cerca de 15 milhões de  contribuintes já poderão copiar o  programa da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física deste  ano, referente aos rendimentos recebidos em 2001, e enviar os dados  pela Internet. A entre

Por | Edição do dia 25/02/2002 - Matéria atualizada em 25/02/2002 às 00h00

Brasília – A partir do dia 1º de março, cerca de 15 milhões de  contribuintes já poderão copiar o  programa da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física deste  ano, referente aos rendimentos recebidos em 2001, e enviar os dados  pela Internet. A entrega da declaração, sem multa, poderá ser feita até o dia 30 de abril. A Receita Federal fará algumas modificações no formulário para facilitar as operações de fiscalização. Uma delas é exigir dos contribuintes que declaram pelo formulário simplificado (que optam pelo desconto-padrão de 20%) a relação de todas as empresas das quais receberam rendimentos. Até o ano passado, bastava detalhar a principal. A outra mudança, ainda não confirmada pela Receita, é a discriminação do País de origem de cada bem do declarante. Neste ano, o Banco Central também começou a exigir das pessoas físicas uma declaração de bens e direitos no exterior. De acordo com o coordenador do Programa do Imposto de Renda, André Viol, os disquetes e os formulários em papel só estarão disponíveis nas superintendências regionais da Receita no fim de março. Neste ano, a entrega de formulários em papel só será aceita nas agências dos Correios, e os contribuintes terão de pagar R$ 2,50 para enviá-los. Antes, a Receita Federal fazia o serviço de graça. “Nós queremos evitar a lotação das nossas agências nos últimos dias de entrega”, disse Viol. No caso dos disquetes, apenas a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil estarão autorizados a fazer a recepção. O programa dos disquetes vai exigir que esses bancos façam a transmissão dos dados antes da impressão dos recibos. Apesar da correção do IRPF em 17,5%, aprovada pelo Congresso Nacional, a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física deste ano ainda será feita pela antiga tabela para cálculo do tributo devido. O programa poderá ser obtido no www.receita.fazenda.gov.br da Receita Federal.

Mais matérias
desta edição