app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Economia

Adultera��o: queda reduz sonega��o

A gasolina ou qualquer combustível adulterado, além de causar danos ao motor dos automóveis, também causa outros problemas, nem sempre levados em conta pelo consumidor na hora de abastecer seu carro, a exemplo do agravamento da poluição ou da sonegação de

Por | Edição do dia 27/10/2002 - Matéria atualizada em 27/10/2002 às 00h00

A gasolina ou qualquer combustível adulterado, além de causar danos ao motor dos automóveis, também causa outros problemas, nem sempre levados em conta pelo consumidor na hora de abastecer seu carro, a exemplo do agravamento da poluição ou da sonegação de impostos. A adulteração consiste na mistura de outros produtos na gasolina. No caso de Alagoas, a prática mais comum é adição excessiva de álcool, ultrapassando os níveis permitidos. Geralmente os produtos usados na adulteração são contrabandeados, o que acarreta prejuízos para os cofres públicos. Por isso, o subsecretário da Fazenda de Alagoas, Evandro Lobo, vê como positiva a queda no percentual NC dos combustíveis, que aparecem na composição do bolo tributário estadual como uma das principais fontes de receita. “A queda no índice de adulteração traz benefícios para toda a sociedade, inclusive para a arrecadação tributária”, afirmou. Evandro, no entanto, diz que é difícil quantificar quanto o Estado perde ou pode ganhar com a redução da sonegação neste segmento. “Decidimos firmar parceria com os revendedores de combustíveis pensando não só em aumentar a arrecadação, mas principalmente em combater a adulteração e incentivar o consumidor a exigir qualidade no ato da compra”, enfatizou Lobo.

Mais matérias
desta edição