app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia

D�lar cai para R$ 3,63 e acumula baixa de 3,5%

São Paulo – Em uma clara reversão de tendência, o dólar encerra o mês da eleição presidencial (em que superou a barreira inédita dos R$ 4) em baixa. O dólar voltou a cair ontem e encerrou o dia valendo R$ 3,63, em baixa de 2,42%. A cotação atual da moeda

Por | Edição do dia 01/11/2002 - Matéria atualizada em 01/11/2002 às 00h00

São Paulo – Em uma clara reversão de tendência, o dólar encerra o mês da eleição presidencial (em que superou a barreira inédita dos R$ 4) em baixa. O dólar voltou a cair ontem e encerrou o dia valendo R$ 3,63, em baixa de 2,42%. A cotação atual da moeda norte-americana é a menor desde 4 de outubro, quando fechou a R$ 3,62. A moeda encerrou o mês com baixa de 3,5%, após a forte valorização de 24,9% em setembro. O risco-país, calculado pelo banco JP Morgan, teve, assim como o dólar, seu segundo dia consecutivo de queda. A baixa foi de 2,6%, para 1.737 pontos. O risco Brasil fechou outubro com desvalorização de 27,5%. Operadores encontraram dificuldades em apontar possíveis explicações para a melhora no ânimo dos investidores em relação ao Brasil. Na ausência de notícias, citam as boas declarações e sinalizações vindas, até agora, do novo governo petista. O partido já não é mais assustador aos olhos dos investidores. O discurso adotado por seus integrantes atende às expectativas do mercado. O fato de os dois governos estarem discutindo os procedimentos nesse período de transição com cooperação também propicia maior tranqüilidade, afirmam analistas. Bovespa O índice Bovespa fechou em alta de 0,98%, aos 10.167 pontos. Com o resultado, encerra outubro com ganhos de 17,9%, o melhor desempenho desde dezembro de 1999, quando acumulou valorização de 24,04%.

Mais matérias
desta edição