app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia

Penhor movimenta R$ 2 milh�es em Alagoas

Crédito rápido e sem burocracia para quem precisa de dinheiro na mão com rapidez, mas sem necessidade de avalista ou consulta a serviço de restrição creditícia. Eis o chamariz da Caixa Econômica para fazer crescer, em Alagoas, o volume de contratos do ser

Por | Edição do dia 10/02/2013 - Matéria atualizada em 10/02/2013 às 00h00

Crédito rápido e sem burocracia para quem precisa de dinheiro na mão com rapidez, mas sem necessidade de avalista ou consulta a serviço de restrição creditícia. Eis o chamariz da Caixa Econômica para fazer crescer, em Alagoas, o volume de contratos do serviço de penhor, que movimentou R$ 2 milhões em 2012. Em relação ao ano anterior, a modalidade de tomada de empréstimo cresceu 15%. O aumento, segundo especialistas da Caixa em Alagoas, é atribuído, em parte, à redução das taxas de juros, o que torna “favorável” o cenário para este tipo de negociação. Em 2013, o banco espera superar em mais de 15% os empréstimos desta natureza. “O penhor é uma operação financeira como outra qualquer. No Brasil, existe há mais de 150 anos. Aos poucos, ganha mais adeptos em Alagoas”, explica Lúcia de Fátima, gerente-geral de Pessoa Física da Caixa Econômica, única instituição com autorização do Banco Central para emprestar, em Alagoas, dinheiro mediante a guarda de peças de ouro ou prata.

Mais matérias
desta edição