app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Economia

Corrida aos postos

São Paulo - A Fecombustíveis (federação nacional dos postos) prevê uma grande corrida do consumidor aos postos neste fim de semana e até mesmo desabastecimento em alguns lugares. O presidente da entidade, Luiz Gil Siuffo, critica o fato de a Petrobras nã

Por | Edição do dia 03/11/2002 - Matéria atualizada em 03/11/2002 às 00h00

São Paulo - A Fecombustíveis (federação nacional dos postos) prevê uma grande corrida do consumidor aos postos neste fim de semana e até mesmo desabastecimento em alguns lugares. O presidente da entidade, Luiz Gil Siuffo, critica o fato de a Petrobras não ter avisado previamente sobre o reajuste e de ter feito o anúncio numa sexta-feira, véspera do feriado de Finados. É que as bases das distribuidoras fecham no sábado e os revendedores não teriam como recompor os estoques, disse Siuffo. Apesar de alertar para o desabastecimento, a Fecombustíveis não especificou em quais locais poderá faltar produto. O diretor do Sindicom, que reúne as distribuidoras, Alísio Va,z discorda da Fecombustíveis. Disse que os postos estão superestocados, pois se anteciparam ao reajuste aumentando a retirada de produtos nas distribuidoras. Segundo Vaz, desde a semana passada os revendedores promovem uma corrida às bases de distribuição. Algumas delas, diz, chegaram até a registrar falta de combustíveis. As distribuidoras têm uma cota mensal de retirada de combustíveis nas refinarias da Petrobras, regulada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo). A Fecombustíveis informou que o aumento da compra pelos postos se deu por causa do reajuste do álcool -misturado em 25% à gasolina.

Mais matérias
desta edição