app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia

P�ozinho, �leo e trigo s�o os vil�es da infla��o

Óleo de soja, farinha de trigo e pão francês. Esses foram os três itens que tiveram mais peso sobre a inflação até o mês de outubro. A inflação acumulada até o mês passado era de 5,14%, segundo o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação

Por | Edição do dia 06/11/2002 - Matéria atualizada em 06/11/2002 às 00h00

Óleo de soja, farinha de trigo e pão francês. Esses foram os três itens que tiveram mais peso sobre a inflação até o mês de outubro. A inflação acumulada até o mês passado era de 5,14%, segundo o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Todos esses produtos tiveram seus preços afetados pela alta do dólar. Segundo a Fipe, o óleo de soja já acumula um reajuste de 45,5% este ano. A farinha de trigo subiu 30,5%, enquanto o pãozinho teve alta de 28,75%. Os alimentos são o item que mais sofre com a desvalorização do real. A inflação desse grupo acumulada no ano já chega a 7,84%, dos quais 5,89% foram acumulados somente nos últimos três meses, quando os reajustes se acentuaram. Outros produtos que lideram as altas este ano são: feijão (+29%), arroz (+12,5%), macarrão (+11,8%), azeite do oliva (+19,2%), frango (+11%), leite longa vida (+23,5%) e gás de botijão (+16,55%). A inflação ficou em 1,28% no mês de outubro, segundo o IPC calculado pela Fipe. Assim, além de atingir o maior patamar em 27 meses (desde agosto de 2000 não era tão alto, quando os preços subiram 1,55%), o indicador supera a expectativa de inflação para o mês feita pela Fipe, que era de 1,10%. Há um ano, em outubro, o IPC-Fipe ficou em 0,74%. Na primeira prévia do mês, o IPC havia ficado em 0,81%; na segunda, em 0,89%; e na terceira, em 1,07%. Faltando apenas dois meses para o final do ano, o IPC já acumula, entre janeiro e outubro, inflação de 5,14%.

Mais matérias
desta edição