app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5691
Economia

Pre�os no atacado avan�am

São Paulo, SP – A expectativa do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, de que uma deflação no atacado vá se refletir nos preços ao consumidor nas próximas leituras do Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) deve encontrar alguns obst

Por | Edição do dia 31/05/2013 - Matéria atualizada em 31/05/2013 às 00h00

São Paulo, SP – A expectativa do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, de que uma deflação no atacado vá se refletir nos preços ao consumidor nas próximas leituras do Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) deve encontrar alguns obstáculos. Além do problema da defasagem do repasse, apontado por analistas como “surpreendentemente mais lento este ano”, ainda há o fato de que quedas nos preços ao produtor já estão menores. Divulgado na terça-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice de Preços ao Produtor (IPP) subiu 0,35% em abril ante março. No acumulado do ano, o indicador reduziu a queda de -0,41% até março para -0,06% de janeiro a abril. “As coletas que temos no atacado estão indicando que a deflação no preço agrícola acabou agora em maio”, disse o economista-chefe do banco ABC Brasil, Luis Otávio de Souza Leal. Em abril, o IPP relativo a alimentos registrou a primeira taxa positiva na variação mensal deste ano (0,16%). No mês anterior, os preços da indústria alimentícia apresentavam queda de 1,22%.

Mais matérias
desta edição