app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Economia

BB: cai liminar e prazo de venda de a��es � ampliado

Brasília - A pedido da Advocacia Geral da União (AGU), a desembargadora Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1.ª Região, cassou ontem a decisão que impedia a venda de 17% das ações do Banco do Brasil (BB). Na semana passada, o ju

Por | Edição do dia 28/11/2002 - Matéria atualizada em 28/11/2002 às 00h00

Brasília - A pedido da Advocacia Geral da União (AGU), a desembargadora Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1.ª Região, cassou ontem a decisão que impedia a venda de 17% das ações do Banco do Brasil (BB). Na semana passada, o juiz Jamil Rosa de Jesus, da 14.ª Vara Federal de Brasília, havia concedido liminar impedindo a venda, a pedido da União Nacional dos Acionistas Minoritários do Banco do Brasil (Unamibb). Com essa decisão, o BB poderá retomar a oferta pública dos papéis do banco. Pelo cronograma inicial, o prazo das reservas terminaria sexta-feira. O novo cronograma de venda de ações do BB foi anunciado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Os investidores ganharam mais 10 dias de prazo para reservar a compra de ações do BB nas instituições financeiras que participam do oferta. Já os interessados em transferir recursos dos fundos FGTS/Vale e FGTS/ Petrobras para papéis do banco terão de seguir os prazos iniciais e só poderão migrar até sexta-feira. “A idéia é repor o prazo porque acabou ficando pouco tempo”, explicou o gerente-executivo do Banco do Brasil (BB), Márcio Hamilton Ferreira.

Mais matérias
desta edição