app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Economia

Com�rcio de Macei� ter� Natal de “vacas gordas”

EDIVALDO JUNIOR Depois de amargar um ano de retração nas vendas, o comércio de Maceió se prepara p viver um Natal de “vacas gordas”. A expectativa do setor é a melhor possível, principalmente porque se espera em dezembro à circulação extra de pelos R$ 1

Por | Edição do dia 01/12/2002 - Matéria atualizada em 01/12/2002 às 00h00

EDIVALDO JUNIOR Depois de amargar um ano de retração nas vendas, o comércio de Maceió se prepara p viver um Natal de “vacas gordas”. A expectativa do setor é a melhor possível, principalmente porque se espera em dezembro à circulação extra de pelos R$ 100 milhões nas mãos de trabalhadores do setor público (Estado e municípios) e da iniciativa privada. “Com a decisão do governo  do Estado e de várias prefeituras de pagar o 13o em dezembro, teremos este ano um volume extra de recursos circulando em nossa economia antes do Natal, o que deve estimular as compras as compras”, avalia Wilson Barreto, presidente da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Maceió ) Embora reconheça que  parte dos recursos recebidos  pelos trabalhadores a título de  13o será utilizado no pagamento de dívidas, Barreto aposta no crescimento das vendas. “Existe uma demanda reprimida. Este ano o movimento de Natal começou um pouco mais tarde e muitas pessoas deixara para fazer suas compras só em dezembro”, analisou. A expectativa da CDL é de que as vendas do comércio de toda a cidade cresçam aproximadamente 5%. Centro A estimativa da Sociedade Aliança Comercial para o Comércio do Centro é mais otimista. A previsão é de que o volume de vendas dezembro será 20% maior se comparado ao mesmo período do ano passado. Isto porque, além da maior circulação de dinheiro, os lojistas do Centro, junto com a Prefeitura de Maceió e o Sebrae, vão adotar medidas para atrair o consumidor. Mesmo reconhecendo que o período é de crise, e que a população não tem dinheiro disponível e por isso vai apertar o cinto e diminuir as compras, Alfredo Lima aposta que o setor vai vender mais este ano. “O comércio fiará mais limpo e acessível. Esperamos trazer de volta o consumidor da classe média e vários outros segmentos da população. Com a maior circulação de pessoas, esperamos um incremento nas vendas maior do que o comércio de outros bairros” afirmou o presidente da Aliança, Alfredo Lima. Até o Natal, o comércio do Centro de Maceió vai abrir suas lojas em horário ampliado nos sábados e aos domingos Além da abertura aos domingos, as entidades do Comércio vão investir em atrações artísticas que se apresentarão em diversas ruas do Centro. A Prefeitura está limpando ruas, desobstruindo galerias e ordenando o espaço do camelôs, para que o consumidor tenha mais conforto para fazer suas compras. “Temos que esquecer a crise e investir no aumento do fluxo de pessoas no comércio. Mesmo que cada uma compre menos, mas o volume de consumidores garantirá as vendas no volume esperado”- afirmou Alfredo Lima.

Mais matérias
desta edição