app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Economia

Aneel registra 121,1 mil queixas

Brasília, DF – No ano passado, o consumidor brasileiro ficou 17 horas e 37 minutos, em média, sem energia elétrica, uma redução de 3,6% em relação a 2013. A Região Norte teve a maior redução do tempo sem energia elétrica de um ano para outro, de 60 horas

Por | Edição do dia 19/05/2015 - Matéria atualizada em 19/05/2015 às 00h00

Brasília, DF – No ano passado, o consumidor brasileiro ficou 17 horas e 37 minutos, em média, sem energia elétrica, uma redução de 3,6% em relação a 2013. A Região Norte teve a maior redução do tempo sem energia elétrica de um ano para outro, de 60 horas e 40 minutos para 47 horas. Na Região Sul, houve aumento no tempo médio em que o consumidor ficou sem energia elétrica, de 15 horas e 5 minutos em 2013 para 17 horas e 1 minuto em 2014, “em razão das condições climáticas adversas verificadas”. Os dados foram divulgados ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na quinta edição do documento Ouvidoria Setorial em Números – Aspectos Técnicos e Comerciais, disponível no site da agência. As informações abrangem as 63 distribuidoras, e os números são consolidados nacional e regionalmente. A publicação mostra que em 2014 foram registradas 121.162 reclamações na Ouvidoria Setorial da agência, um aumento de 38% em comparação com 2013. Já as ouvidoras e canais de teleatendimento e atendimento presencial das empresas receberam mais de 28 milhões de reclamações do consumidor em 2014, ou 7,6% a mais em relação ao ano anterior. O documento ainda revela que as distribuidoras desembolsaram mais de R$ 1,5 bilhão nos últimos quatro anos para compensar o consumidor, “em razão da transgressão dos indicadores de continuidade” do fornecimento de energia elétrica.

Mais matérias
desta edição