app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Economia

Emprego na ind�stria recua 5,1% em mar�o

Rio de Janeiro, RJ – O emprego na indústria teve queda de 5,1% na comparação entre março de 2015 e o mesmo mês do ano anterior, segundo dados do IBGE divulgados ontem. É o 42º resultado negativo consecutivo nesse tipo de comparação. Trata-se também da que

Por | Edição do dia 20/05/2015 - Matéria atualizada em 20/05/2015 às 00h00

Rio de Janeiro, RJ – O emprego na indústria teve queda de 5,1% na comparação entre março de 2015 e o mesmo mês do ano anterior, segundo dados do IBGE divulgados ontem. É o 42º resultado negativo consecutivo nesse tipo de comparação. Trata-se também da queda mais intensa nesse tipo de comparação desde outubro de 2009 (-5,4%). Na passagem de fevereiro para março, na série livre de efeitos sazonais, a queda do emprego industrial foi de 0,6%, terceira baixa consecutiva. O setor sofre com a competição de importados e a menor exportação, além do pouco dinamismo da economia, afetada por juros maiores, crédito restrito e baixa confiança de consumidores e empresários. Quando considerado o primeiro trimestre do ano, a queda foi de 4,6% na comparação com o mesmo período do ano passar. As perdas são generalizadas entre os ramos pesquisados. Com a nova baixa, o emprego industrial acumula agora 14 trimestres consecutivos de queda de pessoal ocupado assalariado. Com os resultados, o total do pessoal ocupado na indústria recuou 3,9%, mantendo a trajetória descendente iniciada em setembro de 2013. A intensidade das perdas também é crescente. No ano passado, as taxas negativas foram de 2% no primeiro trimestre a 4,4% no quarto trimestre. Para essa pesquisa, realizada diretamente com as empresas, o IBGE não divulga números absolutos de empregos.

Mais matérias
desta edição