app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Economia

Produ��o de etanol bate recorde em 2014

Brasília, DF – A sexta Análise de Conjuntura dos Biocombustíveis, divulgada ontem pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, mostra que, apesar da forte seca registrada no início do ano passado, a produção brasi

Por | Edição do dia 29/05/2015 - Matéria atualizada em 29/05/2015 às 00h00

Brasília, DF – A sexta Análise de Conjuntura dos Biocombustíveis, divulgada ontem pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, mostra que, apesar da forte seca registrada no início do ano passado, a produção brasileira de etanol cresceu 4% em 2014, em comparação a 2013, atingindo o recorde de 28,6 bilhões de litros. O recorde anterior foi observado em 2010 (27,9 bilhões de litros). De acordo com a EPE, essa foi a terceira alta consecutiva na produção do etanol no País. Em contrapartida, a safra 2014/2015 teve queda de 3,7% na quantidade de cana processada. A EPE informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que contribuíram para a expansão da produção de etanol em 2014 o baixo preço internacional do açúcar, que direcionou a maior parte da produção de cana para a fabricação do biocombustível; a liberação de recursos públicos para o setor sucroenergético; além das expectativas de aumento do percentual de etanol anidro na gasolina C (de 25% para 27%, a partir de março de 2015) e do retorno da tributação sobre a gasolina. Um aspecto negativo, segundo o estudo, foi o aumento da dívida do setor sucroenergético, que resultou no fechamento de 13 usinas. A EPE indicou que a queda do preço do açúcar acabou sendo compensada pelo aumento da venda de energia elétrica.

Mais matérias
desta edição