app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Economia

Contas t�m rombo de R$ 9,3 bi

Brasília, DF – O deficit primário das contas públicas atingiu R$ 45,7 bilhões nos últimos 12 meses terminados em junho, batendo o recorde negativo de 0,8% do PIB (Produto Interno Bruto) na série histórica iniciada em 2001. O resultado, que considera recei

Por | Edição do dia 01/08/2015 - Matéria atualizada em 01/08/2015 às 00h00

Brasília, DF – O deficit primário das contas públicas atingiu R$ 45,7 bilhões nos últimos 12 meses terminados em junho, batendo o recorde negativo de 0,8% do PIB (Produto Interno Bruto) na série histórica iniciada em 2001. O resultado, que considera receitas menos despesas, sem considerar gastos com juros, foi divulgado pelo Banco Central ontem. Em maio, o deficit acumulado em 12 meses era de 0,68% do PIB. No mesmo período de 2014, havia superavit de 1,36% do PIB. A nova meta fiscal do governo para 2015, anunciada na semana passada, prevê uma economia de R$ 8,7 bilhões, ou 0,15% do PIB, até dezembro. Considerando apenas o mês passado, União, Estados e municípios tiveram deficit de R$ 9,3 bilhões. Esse é o maior deficit já registrado em meses de junho. Em maio, o resultado negativo foi de R$ 6,9 bilhões. Considerando os números do primeiro semestre de 2015, a economia feita para pagar os juros da dívida pública ficou em apenas R$ 16,2 bilhões, o pior resultado semestral já registrado. Nos primeiros seis meses do ano passado, esse superavit havia sido de R$ 29,3 bilhões. Para o Banco Central, os números apresentados hoje refletem o baixo desempenho da atividade econômica, além das dificuldades enfrentadas pelo governo na execução das medidas de recuperação de receitas.

Mais matérias
desta edição