app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Economia

Governo estuda desligar mais t�rmicas

Rio, RJ – O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, afirmou ontem que, com a entrada em operação de novas usinas hidrelétricas e eólicas no País, será possível desligar ainda mais térmicas a partir do ano que vem. Segundo Braga, o governo e as autori

Por | Edição do dia 15/08/2015 - Matéria atualizada em 15/08/2015 às 00h00

Rio, RJ – O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, afirmou ontem que, com a entrada em operação de novas usinas hidrelétricas e eólicas no País, será possível desligar ainda mais térmicas a partir do ano que vem. Segundo Braga, o governo e as autoridades do setor elétrico conseguiram, no último sábado, cumprir o planejamento de desligar as térmicas mais caras, de custo de R$ 600 por MW hora. A meta agora, informou, é desligar as de R$ 400 o MWh no biênio 2016-2014. Segundo Braga, já entrou no sistema metade dos 6 mil MW previstos para entrar em operação este ano. Essa capacidade é proveniente de novas usinas e parques eólicos no País. Até o final do ano deve entrar em operação, por exemplo, as primeiras turbinas da usina de Teles Pires, na fronteira do Mato Grosso com o Pará. Além disso também estão programadas a entrada de uma última parte das usinas do Rio Madeira e de Belo Monte em janeiro próximo.

Mais matérias
desta edição