app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Economia

Governo aposta em menor consumo de energia el�trica

Rio de Janeiro, RJ – Além de gerar uma economia de tarifa muito pequena, o desligamento de 21 usinas térmicas, anunciado na semana passada, deixará os reservatórios do país em nível desnecessariamente baixo. Para seis especialistas em energia elétrica e

Por | Edição do dia 16/08/2015 - Matéria atualizada em 16/08/2015 às 00h00

Rio de Janeiro, RJ – Além de gerar uma economia de tarifa muito pequena, o desligamento de 21 usinas térmicas, anunciado na semana passada, deixará os reservatórios do país em nível desnecessariamente baixo. Para seis especialistas em energia elétrica e hidrologia ouvidos pela reportagem, há consenso de que a atividade econômica em queda torna o risco de desabastecimento ao longo de 2016 é quase nulo, já que a demanda vai cair. No entanto o corte de 2.000 MW (megawatts) de geração térmica (que tem custos mais altos e eleva a conta paga pelo consumidor) fará com que os reservatórios entrem no verão com nível baixo, de 30%. Quando houver um recorde de consumo, o acionamento das térmicas desligadas poderá não ser suficiente para suprir a demanda, avaliam os analistas. O corte anunciado na última semana é de quase 10% da capacidade de produção térmica, em torno de 18 mil MW, e vem em um momento de desaquecimento do consumo. Na última segunda-feira (10), a demanda verificada foi de 69,9 mil MW, bem abaixo do recorde de demanda por energia total no país, de 85,7 mil MW, registrado em janeiro de 2014.

Mais matérias
desta edição