app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Economia

G�s de cozinha fica 10% mais caro a partir de hoje

A partir de hoje, o gás de cozinha vai ficar mais caro em Alagoas. O aumento de cerca de 10% já está afixado na maioria das revendedoras e o consumidor que não encontrar estoque antigo vai ter de pagar o preço reajustado. A previsão é que o botijão de 13

Por | Edição do dia 01/09/2015 - Matéria atualizada em 01/09/2015 às 00h00

A partir de hoje, o gás de cozinha vai ficar mais caro em Alagoas. O aumento de cerca de 10% já está afixado na maioria das revendedoras e o consumidor que não encontrar estoque antigo vai ter de pagar o preço reajustado. A previsão é que o botijão de 13 kg passe da média de R$ 45 a R$ 50 para alcançar até R$ 55 em Maceió. No interior, devido à concorrência ainda mais acirrada, o valor pode ser bem mais baixo. O reajuste do GLP [Gás Liquefeito de Petróleo] é tradicionalmente anual, geralmente no mês de setembro. O presidente da Associação dos Revendedores de GLP de Alagoas (Argal), Laedson Ferreira Soares, esclarece que o setor sofre perdas anuais por causa da inflação, pelo pagamento de pedágio em Pernambuco para coleta dos botijões, além do frete. Esses seriam, para ele, os motivos que impulsionaram a alta do preço. “O aumento é o dissídio que todos os anos a Petrobras repassa para as distribuidoras. Estas, inevitavelmente, transferem para as revendedoras, que, por sinal, repassam aos consumidores. A partir desta terça-feira, teremos que vender os botijões ao preço reajustado. As revendedoras vão adotar critérios próprios para comercializar o estoque antigo. Pode ser que algumas vendam o produto com o preço antigo até finalizar a porção armazenada”, explica Soares. Fazendo um comparativo, o gás de cozinha vendido em Maceió tem o preço bem semelhante ao praticado nas capitais de estados vizinhos. Em Pernambuco, por exemplo, de acordo com o representante da Argal, o valor varia entre R$ 48 e R$ 55. Em Aracaju, custa R$ 45, em média. A disparidade é maior, todavia, entre Maceió e alguns municípios alagoanos. Em Joaquim Gomes, o gás chega a custar R$ 28.

Mais matérias
desta edição