app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Economia

Produ��o industrial recua 1,5% em julho

Rio de Janeiro, RJ -Com a economia mergulhada em recessão, a produção da indústria brasileira teve forte queda de 1,5% na passagem de junho para julho, na taxa livre das influências sazonais (como a diferença dos dias úteis do mês). O resultado foi influ

Por | Edição do dia 03/09/2015 - Matéria atualizada em 03/09/2015 às 00h00

Rio de Janeiro, RJ -Com a economia mergulhada em recessão, a produção da indústria brasileira teve forte queda de 1,5% na passagem de junho para julho, na taxa livre das influências sazonais (como a diferença dos dias úteis do mês). O resultado foi influenciado principalmente pelos produtos alimentícios, com queda de 6,2% em julho frente ao mês imediatamente anterior. Foi a segunda queda consecutiva da produção industrial e a mais intensa desde dezembro do ano passado (-1,8%). Em junho, o indicador havia registrado uma baixa de 0,3%. Os dados do setor foram divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com julho de 2014, a produção industrial recuou 8,9% -a 17ª contração consecutiva desse indicador. Foi a maior queda para o período desde 2009 (-10%). É também uma queda bem mais intensa ainda do que a percebida em julho do ano passado, de 3,4% frente ao mesmo mês do ano passado. Com mais um resultado ruim, o setor fabril passou a acumular uma queda de 6,6% de janeiro a julho frente ao mesmo período do ano passado. No acumulado de 12 meses terminados em julho, a indústria registra uma baixa de 5,3%. Os dados mostram que a indústria continua sem esboçar reação, com estoques altos, ociosidade crescente, demissões de trabalhadores. O setor está prostrado diante da menor demanda e tem reduzido há meses seu número de funcionários.

Mais matérias
desta edição