app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Economia

“� preciso montar uma grande cadeia log�stica”

“Não é meramente colocar um estabelecimento, é uma cadeia produtiva, tem que se montar uma grande cadeia de logística, um modo de trabalhar, o e-commerce tem prazo de entrega”, observa o secretário da Fazenda. De modo que agrega empresas de transporte, d

Por | Edição do dia 06/09/2015 - Matéria atualizada em 06/09/2015 às 00h00

“Não é meramente colocar um estabelecimento, é uma cadeia produtiva, tem que se montar uma grande cadeia de logística, um modo de trabalhar, o e-commerce tem prazo de entrega”, observa o secretário da Fazenda. De modo que agrega empresas de transporte, de tecnologia, de serviços, aumenta o fluxo de entregas locais dos correios e de outras firmas. “O ganho é enorme porque você traz outras empresas do ramo”. No entanto, a negociação com estas gigantes do mercado demora um pouco para ser maturada. Santoro até brinca e compara com um namoro à moda antiga. “Primeiro você vai lá, conhece a moça, depois pede autorização do pai para namorar, depois noiva e pede para casar”. Por esta lógica, o secretário destaca que a atuação direta do governador tem ajudado bastante no “cortejo”. Tanto por ter o dote e a caneta para assinar os papéis, mas também porque é preciso lisonjear, embevecer os convidados. Que venham as bodas, com direito a lua de mel, mas antes é preciso garantir casa, comida e roupa lavada. REGRAS As regras do jogo vão mudar e a bola corre com o tempo. A Proposta de Emenda Constitucional número 87 (PEC 87) inicia a vigência da tributação nacional do e-commerce na virada deste ano. Cada estado da Federação deve regulamentar a aplicação da nova lei de acordo com a melhor tática que encontrar. Com base na escalação do técnico George Santoro, o governo de Alagoas encaminhou o projeto de lei que regulamenta a PEC à Assembleia Legislativa na última sexta-feira.

Mais matérias
desta edição