app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Economia

Mercado projeta queda da infla��o

Brasília, DF – Pela primeira vez no ano, o mercado financeiro diminuiu as projeções para a inflação de 2016. A queda foi de 7,62% para 7,57%, mas ainda se situa mais de 1 ponto porcentual acima do teto da meta de 6,50%, teto que o Banco Central não pode d

Por | Edição do dia 01/03/2016 - Matéria atualizada em 01/03/2016 às 00h00

Brasília, DF – Pela primeira vez no ano, o mercado financeiro diminuiu as projeções para a inflação de 2016. A queda foi de 7,62% para 7,57%, mas ainda se situa mais de 1 ponto porcentual acima do teto da meta de 6,50%, teto que o Banco Central não pode deixar passar este ano. A alta recorrente das expectativas tem sido usada como argumento para que dois diretores do BC votem pela alta dos juros, atualmente em 14,25% ao ano. Nesta terça-feira, 1, começa a reunião da instituição sobre o rumo da taxa e a decisão será divulgada na quarta-feira. O Relatório de Mercado Focus também registrou melhora de outras previsões para o IPCA. Foi visto um alívio na estimativa para a inflação acumulada em 12 meses, que passou de 6,83% para 6,67%, e para o índice de março, que caiu de 0,57% para 0,55% de uma semana para outra. Cedeu ainda a previsão do grupo Top 5 de médio prazo para este ano, que passou de 8,13% para 7,95%. Esse grupo é formado pelas instituições financeiras cujas previsões mais se aproximaram do resultado da inflação recentemente. Para 2017, no entanto, houve uma paralisia das estimativas. No caso do IPCA, a taxa ficou estacionada em 6,00% pela terceira edição seguida. O BC consulta semanalmente cerca de 120 casas para obter um consenso no mercado sobre as projeções para as diferentes variáveis. Por conta do grande volume de participantes, as mudanças costumam ser tênues de um levantamento para o outro.

Mais matérias
desta edição