app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5691
Economia

IPCA-15 recua para 0,22% e mostra infla��o sob controle

Rio - A inflação, medida pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15) registrou alta de 0,22% em junho, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em maio, o IPCA-15 havia sido bem maior, de 0,85%. Além de mostra

Por | Edição do dia 25/06/2003 - Matéria atualizada em 25/06/2003 às 00h00

Rio - A inflação, medida pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15) registrou alta de 0,22% em junho, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em maio, o IPCA-15 havia sido bem maior, de 0,85%. Além de mostrar que forte tendência de queda da inflação, o resultado também ficou abaixo das expectativas mais otimistas do mercado. A maioria dos analistas previa que o IPCA-15 recuasse para entre 0,26% e 0,40%. Apesar de indicar inflação sob controle, no ano o IPCA-15 já acumula alta de 7,75%, e, nos últimos 12 meses, a taxa alcança 17,12%. A diminuição da alta dos preços entre maio e junho foi influenciada principalmente pela queda de 4,36% no preço da gasolina ao consumidor. A redução refletiu a queda de 6,5% nas refinarias da Petrobras em 30 de abril. Também ajudaram a segurar a inflação a queda de 7,19% no preço do álcool e de 0,32% nos remédios. Os alimentos desaceleraram e passaram a registrar alta de 0,30% neste mês, contra 0,64% em maio. Outros produtos e serviços que haviam pressionado o índice no mês passado vieram com menos força em junho. É o caso da energia elétrica, cujo aumento foi de 2,14% após registrar 6,4%. Entre as regiões pesquisadas, duas delas apresentaram deflação: Brasília (-0,83%) e Curitiba (-0,14%). Em São Paulo, os preços subiram 0,19%. IPCA-15 antecede o indicador da inflação oficial do país, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Ambos têm a mesma metodologia, exceto quanto ao período de coleta de preços. Enquanto o IPCA se refere ao mês inteiro de referência, o IPCA-15 abrange preços coletados entre a segunda quinzena do mês anterior e a primeira quinzena do mês de referência.

Mais matérias
desta edição