app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia O levantamento do Ministério de Infraestrutura ouviu 94.549 usuários ao longo de 2019

AEROPORTO ALAGOANO É ELEITO EM PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Terminal venceu o prêmio nas categorias: raio-x mais eficiente, controle aduaneiro mais eficiente e mais serviços ao passageiro

Por Carlos Nealdo | Edição do dia 04/03/2020 - Matéria atualizada em 04/03/2020 às 06h00

O Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares foi eleito o melhor aeroporto - na categoria de até 5 milhões de passageiros ano - em três indicadores na Pesquisa de Satisfação do Passageiro divulgada nesta terça-feira, 3, pelo Ministério da Infraestrutura. O aeroporto alagoano venceu como raio-x mais eficiente, controle aduaneiro mais eficiente e mais serviços ao passageiro - esta última empatando com Florianópolis (SC). O levantamento ouviu 94.549 usuários ao longo do ano passado. O conjunto dos 20 aeroportos avaliados atingiu média de satisfação geral de 4,43 em 2019, ante 4,35 em 2018, um crescimento de 1,8% da nota. Os principais vencedores foram os terminais de Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR) e Vitória (ES). Os melhores aeroportos do país foram divididos em três categorias: até 5 milhões passageiros ano, de 5 a 15 milhões e acima de 15 milhões. Nesta edição, houve empate entre Campinas e Curitiba na categoria de 5 a 15 milhões de passageiros. Ambos atingiram média anual de satisfação geral de 4,74, numa escala que vai de 1 (“muito ruim”) a 5 (“muito bom”), e dividiram o prêmio.

O Aeroporto de Vitória, grande vencedor na categoria até 5 milhões de passageiros, atingiu nota média de 4,64. Já Brasília, que teve o primeiro lugar na categoria acima de 15 milhões de passageiros ano, alcançou 4,48 na avaliação dos passageiros.

“A gente percebe o acerto do programa de concessões, que mexeu também com a Infraero, que melhorou sua gestão e concorre hoje de igual para igual com aeroportos concedidos”, disse o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que entregou o prêmio, em cerimônia realizada na área do antigo terminal 2 do Aeroporto de Brasília. Desde o dia 13 de fevereiro, o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares é administrado pela empresa espanhola Aena Desarrollo Internacional, que venceu o leilão realizado no ano passado, pelo governo federal. A empresa também é responsável pelos terminais de Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE), João Pessoa (PB) e Recife(PE) - leiloada no chamado bloco Nordeste. O Zumbi dos Palmares tem capacidade para receber 5,32 milhões de passageiros por ano, e registrou, em 2019, mais de dois milhões de viajantes. Operam no terminal alagoano quatro companhias aéreas - Azul, Gol e Latam - com rotas para Brasília (DF), Confins (MG), Campinas, Congonhas, Guarulhos e Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA), além de um voo regular internacional para Buenos Aires, na Argentina, que opera uma vez por semana e um voo charter para Lisboa, em Portugal, que opera duas vezes ao ano. O conjunto de aeroportos é chamado de Bloco Nordeste e foi arrematado em março de 2019. De acordo com o contrato de concessão celebrado entre a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a nova gestora, a estimativa de investimento para os aeroportos do bloco ao longo dos próximos 30 anos é de R$ 2,153 bilhões, sendo que um terço, ou R$ 788 milhões, serão aplicados nos próximos cinco anos. “Quero agradecer o apoio e a dedicação dos profissionais da Infraero que contribuíram para que esse processo de transferência da gestão ocorresse da melhor forma possível”, ressaltou o presidente da Infraero, brigadeiro Paes de Barros. Paes de Barros acrescentou ainda que os demais aeroportos operados pela Infraero continuarão a ter o mesmo nível de performance até que as atividades sejam totalmente transferidas à iniciativa privada.

Mais matérias
desta edição