app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Economia

Pre�o do g�s ser� mantido at� junho

O diretor da Algás, Carlos Dória, assegurou, ontem, que até o mês de junho não haverá reajuste do gás natural. A seqüência de revisão de preço do gás acontece a cada três meses, e mesmo assim o último aumento aconteceu em outubro de 2001, e permanecen

Por | Edição do dia 03/04/2002 - Matéria atualizada em 03/04/2002 às 00h00

O diretor da Algás, Carlos Dória, assegurou, ontem, que até o mês de junho não haverá reajuste do gás natural. A seqüência de revisão de preço do gás acontece a cada três meses, e mesmo assim o último aumento aconteceu em outubro de 2001, e permanecendo congelado nos meses de janeiro a abril. Segundo Carlos Dória, uma das vantagens do gás natural é de garantir aos consumidores mais tranquilidade, visto que o aumento não é constante, é um produto mais econômico e menos poluente. “O anúncio da instalação da Unidade de Processamento de Gás Natural será mais um ponto positivo para a Algás, tendo em vista que, a empresa, vai receber da unidade o produto de melhor qualidade”. Dória revela, ainda, que o crescimento do gás no Estado é visível e as empresas, residências e fábricas que optaram pelo sistema já vêem as vantagens do gás não apenas no preço do produto. “Uma das mais novas empresas que está aderindo ao gás é a Coca-Cola, que a partir deste mês já estará com o sistema implantado”, destacou. Segundo Roberto Pimentel, diretor da indústria, a mudança para gás natural, além da economia, contribuirá para o aumento significativo da vida das caldeiras, além reduzir despesas com manutenção e reparos nos equipamentos.

Mais matérias
desta edição