app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia

D�lar come�a 2004 em queda de 0,79% cotado a R$ 2,879

São Paulo - O dólar começou 2004 em queda de 0,79%, vendido a R$ 2,879, cotação mínima do dia. Espremida entre o feriado do Ano Novo e o final de semana, a primeira sessão do ano foi marcada por poucos negócios. Em nenhum momento, a moeda americana chegou

Por | Edição do dia 03/01/2004 - Matéria atualizada em 03/01/2004 às 00h00

São Paulo - O dólar começou 2004 em queda de 0,79%, vendido a R$ 2,879, cotação mínima do dia. Espremida entre o feriado do Ano Novo e o final de semana, a primeira sessão do ano foi marcada por poucos negócios. Em nenhum momento, a moeda americana chegou a operar em alta nesta sexta-feira. A principal notícia para o mercado de câmbio veio de Brasília : superávit recorde de US$ 24,831 bilhões da balança comercial. “Em 2004, o mercado de câmbio deve continuar tranquilo, com o dólar na casa de R$ 2,90, com as empresas captando no exterior e com a balança comercial no azul. Não vejo motivos para a moeda subir muito além disso”, afirmou o gerente da mesa de câmbio da corretora Liquidez, Francisco Carvalho. Operadores atribuíram parte do recuo do dólar ao fim da pressão pelo vencimento da dívida cambial de US$ 2,669 bilhões que o BC resgatou nesta sexta-feira, com base na cotação média do dólar (Ptax) do último dia 30. “Uma das razões para a queda foi o fato de o pessoal ter elevado a cotação no dia 30 para fazer a Ptax do vencimento do dia 2. A consequência normal é desovarem os dólares que foram comprados com essa finalidade na sessão seguinte”, disse o gerente de câmbio do Banco Prosper, Jorge Knauer. Operadores destacaram, no entanto, que as oscilações do câmbio nesta sexta-feira foram influenciadas pelo baixo volume de negócios, provocado pela proximidade do feriado do ano-novo. “O problema é que o mercado está sem liquidez e aí qualquer fluxo já derruba”, disse um operador de câmbio. “Não teve nada de diferente”, completou.

Mais matérias
desta edição