app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Economia

Gatilho � criticado

São Paulo- O gatilho estabelecido pela Petrobras para reajustar o preço da gasolina é um  incômodo para a economia,  avalia o economista-chefe do  Lloyds TSB, Odair Abate. Segundo ele, o instrumento foi adotado num momento atípico, em que, ao mesmo tempo

Por | Edição do dia 06/04/2002 - Matéria atualizada em 06/04/2002 às 00h00

São Paulo- O gatilho estabelecido pela Petrobras para reajustar o preço da gasolina é um  incômodo para a economia,  avalia o economista-chefe do  Lloyds TSB, Odair Abate. Segundo ele, o instrumento foi adotado num momento atípico, em que, ao mesmo tempo em que existe uma política de aumento do preço do petróleo no Oriente Médio, a região encontra-se em mais um de seus conflitos. O presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica (Sobeet), Antônio Corrêa de Lacerda, também diz não ver com bons olhos a adoção do gatilho para ajustes de preços dos combustíveis. “Sou radicalmente contra. Acho que se trata de uma camisa-de-força para a formação de preços”, diz .

Mais matérias
desta edição