app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Economia

Leil�o de animais movimenta mais de R$ 260 mil no Espace

O Leilão 6 Estrelas, realizado sábado no Espace, teve faturamento superior a R$ 260 mil, com o arremate de 50 lotes de animais, num evento que reuniu mais de 500 criadores e empresários de todo o Nordeste. Na avaliação dos organizadores – Irmãos Barros

Por | Edição do dia 09/04/2002 - Matéria atualizada em 09/04/2002 às 00h00

O Leilão 6 Estrelas, realizado sábado no Espace, teve faturamento superior a R$ 260 mil, com o arremate de 50 lotes de animais, num evento que reuniu mais de 500 criadores e empresários de todo o Nordeste. Na avaliação dos organizadores – Irmãos Barros Correia e Haras Alcatéia – o leilão ficou dentro das expectativas de público e faturamento. “Para os criadores, foi uma excelente oportunidade de negócios e a chance de adquirir animais de alta qualidade genética e de grande procedência”, analisou Mário Lobo, do Haras Alcatéia. O Leilão 6 Estrelas foi o terceiro realizado no Espace até agora. A Casa de Shows vai servir de palco para pelo menos dois outros remates ainda em 2002. Quem participou do evento pode comprovar a organização e a infra-estrutura do Espace para festas deste tipo. O palco do leilão foi montado na “arena” da Casa de Shows, que teve uma decoração com motivos marroquinos, com direito à dança do ventre. No leilão foram ofertados cavalos mangalarga marchador, bovinos nelore e ovinos santa Inês, raças em que os criadores alagoanos são reconhecidamente excelentes selecionadores. Um dos remates de maior movimento durante o leilão foi a venda do cavalo Regente de Itajoana, vendido pelo Haras Colorado e comprado pelo Centro de Equitação e Lazer (CEL). Com lance de R$ 1,2 mil, o animal saiu por R$ 16,8 mil – todos os lotes foram vendidos em 14 parcelas. Outro momento de destaque foi a venda do óvulo da égua Favacho Invicto, chegando a um total de 7 mil reais. “Este leilão foi uma grande oportunidade para os pequenos e médios produtores na compra de animais como ovinos e bezerros. Os criadores de Alagoas e de todo o Nordeste puderam conferir e obter animais de grande qualidade genética”, disse Rodrigo Loureiro, diretor da Agreste Leilões.

Mais matérias
desta edição