app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia

BATATA, MORANGO E MARACUJÁ LIDERAM INFLAÇÃO; VEJA ITENS

.

Por Douglas Gravas - Folhapress | Edição do dia 12/05/2022 - Matéria atualizada em 11/05/2022 às 18h02

A batata-inglesa foi o item de consumo mais impactado pela inflação em abril, com alta de 18,28% no mês, segundo informou ontem (11) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No geral, a inflação oficial do país, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo) bateu em 1,06% no mês, a maior variação para um mês de abril desde 1996. Em 12 meses, a inflação foi de 12,13%. Em alimentos e bebidas, a alta foi puxada pela elevação dos alimentos para consumo no domicílio (2,59%). Além da batata, o leite longa vida também foi destaque no mês, com alta de 10,31%. Também houve aumento em itens que sempre fizeram parte da alimentação cotidiana do brasileiro, como o tomate (10,18%), o óleo de soja (8,24%), o pão francês (4,52%) e as carnes (1,02%). Maiores aumentos mensais (variação em abril): 1º Batata-inglesa 18,28%; 2º Morango 17,66%; 3º Maracujá 15,99%; 4º Couve-flor 13,25%; 5º Açaí 11,73%; 6º Leite longa vida 10,31%; 7º Tomate 10,18%; 8º Passagem aérea 9,48%; 9º Abobrinha 9,31%; 10º Táxi - 9,16% . Os economistas atribuem os aumentos a um conjunto distinto de fatores. Nos alimentos in natura, como a batata-inglesa e o tomate, houve problemas de colheitas, explica o pesquisador. Para o leite, pesaram os custos de produção.

Mais matérias
desta edição