app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Economia Maceió, 26 de novembro de 2021
Black friday no centro do comércio de Maceió. Alagoas - Brasil.
Foto:@Ailton Cruz

CONFIANÇA DO COMÉRCIO ATINGE MELHOR MARCA DE 2022

Uma pesquisa do Instituto Fecomércio AL, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mensurou o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) e sinalizou que o desempenho manteve o ritmo de crescimento ini

Por Jamylle Bezerra | Edição do dia 04/08/2022 - Matéria atualizada em 03/08/2022 às 21h03

Uma pesquisa do Instituto Fecomércio AL, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mensurou o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) e sinalizou que o desempenho manteve o ritmo de crescimento iniciado em maio, quando registrou 114,4 pontos, e fechou o mês de julho com 128,9 pontos; o melhor desempenho de 2022 e, também, dos últimos oito meses na capital alagoana.

Na variação mensal, o índice aumentou cerca de 6%, saindo de 121,6 para 128,9 pontos. E na comparação de cenários, o movimento de recuperação do otimismo do empresariado também pode ser visto no país, pois de acordo com a pesquisa nacional da CNC, o índice de confiança avançou pelo quarto mês consecutivo, alcançando a marca de 123,1 pontos, representando um aumento de 1,5% ante o mês de junho.

Também foi registrada variação positiva nas subcategorias que compõem o indicador. Entre junho e julho, o subíndice que mais cresceu foi a de Intenções de Investimento, o qual 10,3%. Esse desempenho foi puxado pelo Indicador de Contratação de Funcionários, com variação positiva de 16,6%.

Para o assessor econômico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Victor Hortencio, esses números podem representar um segundo semestre mais otimista para quem está procurando emprego. É que, segundo a pesquisa, 72,5% das empresas varejistas pretendem aumentar o número de funcionários nos próximos meses. “Esse dado confirma o saldo positivo de 905 postos de trabalho gerados só na capital alagoana, em junho, segundo números do CAGED”, diz.

Ainda de acordo com o economista, o segundo semestre traz outras perspectivas positivas, pois as maiores datas comemorativas do ano, a exemplo da Black Friday e do Natal, que geram uma expectativa importante para os empresários, não apenas em termos de faturamento, como também no planejamento de contratações, renovação de estoques e reformas nos estabelecimentos.

*Com assessoria

Mais matérias
desta edição