app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5709
Economia

EM AL, FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS ACUMULA QUEDA DE 13% EM 2022

Entre janeiro e setembro deste ano foram financiadas 3.127 unidades; maio foi o mês com maior número de imóveis comercializados

Por Hebert Borges | Edição do dia 29/10/2022 - Matéria atualizada em 29/10/2022 às 04h00

O número de imóveis financiados em Alagoas com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) acumula queda de 13% nos primeiros nove meses deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), divulgados na sexta-feira (28).

Os números mostram que foram financiadas 3.127 unidades entre janeiro e setembro deste ano em Alagoas. No mesmo período do ano passado esse número era de 3.601. O mês com maior número de imóveis comercializados este ano foi maio, com 529 unidades negociadas. Já abril foi o mês mais fraco, com 181 unidades financiadas.

Em relação ao montante financiado, já foram negociados R$ 752,5 milhões este ano, ante R$ 760,8 milhões no ano passado. O mês com mais recursos movimentados foi julho, quando foram financiados R$ 113,9 milhões. Abril também ocupa o posto de pior mês quando o assunto são os valores comercializados. Foram negociados R$ 45,4 milhões.

Em todo o País, os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo atingiram R$ 16,1 bilhões em setembro de 2022, indicando queda de 4,3% em relação a agosto. Comparado a setembro do ano passado, houve recuo de 9,6%.

Apesar da redução no volume financiado, foi o segundo maior para um mês de setembro na série histórica. Entre janeiro e setembro de 2022, o volume financiado somou R$ 136,48 bilhões, recuo de 11,8% em relação a igual período do ano passado. Nos 12 meses encerrados em setembro, o montante financiado somou R$ 187,2 bilhões, queda de 6,3% em relação ao período precedente.

Foram financiados em setembro de 2022, nas modalidades de aquisição e construção, 61,8 mil imóveis. Comparado a agosto, houve redução de 12% e em relação a setembro do ano passado, observou-se recuo de 16,2%.

Entre janeiro e setembro de 2022, foram financiados 559,54 mil imóveis com recursos da poupança SBPE, resultado 15,6% inferior ao de igual período de 2021. Nos 12 meses encerrados em setembro de 2022, foram financiados 762,62 mil imóveis com recursos das cadernetas do SBPE, resultado 6% inferior ao dos 12 meses anteriores.

A poupança SBPE de setembro registrou captação líquida negativa de R$ 4,96 bilhões. Embora negativo, o resultado de setembro foi melhor que o de agosto (-R$19,7 bilhões) e o de setembro do ano passado (-R$6,3 bilhões). No ano, a captação líquida está negativa em R$ 72,8 bilhões. O saldo da poupança SBPE ficou em R$ 757,71 bilhões em setembro, praticamente estável em relação a agosto. Comparado a setembro do ano passado, ficou 4,2% menor.

Mais matérias
desta edição