app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5757
Economia

ALAGOAS CRIA 19,6 MIL VAGAS COM CARTEIRA ASSINADA EM 2022

Segundo os dados do Caged do Ministério do Trabalho, o saldo é resultado de 177.996 contratações e 158.354 demissões no período

Por Hebert Borges | Edição do dia 01/02/2023 - Matéria atualizada em 01/02/2023 às 04h00

Alagoas encerrou o ano de 2022 com saldo positivo de 19.642 novas vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho nessa terça-feira (31). O saldo é resultado de 177.996 contratações e 158.354 demissões. O setor de serviços foi o que teve melhor saldo, com 8.940 novas vagas. A indústria teve o segundo melhor desempenho 4.794. Em terceiro lugar do ranking aparece o comércio, com 4.526 postos criados. A agropecuária foi o único setor com saldo negativo, com o fechamento de 1.055 postos. A capital Maceió também fechou o ano com saldo positivo. Foram 10.709 postos de trabalho formal abertos, resultado de 86.530 contratações e 75.821 demissões. Em todo o Brasil, foram gerados 2,037 milhões de empregos com carteira assinada no ano passado. Foram 22,64 milhões de contratações e 20,61 milhões de demissões. Ao final de 2022, ainda conforme os dados oficiais, o Brasil tinha saldo de 42,71 milhões de empregos com carteira assinada. O resultado representa queda na comparação com novembro do ano passado (43,14 milhões) e aumento contra dezembro de 2021 (40,67 milhões). Os números oficiais mostram que, somente em dezembro do ano passado, as demissões superaram as contratações em 431.011 vagas formais. Normalmente há demissões no último mês de cada ano. O governo também informou que o salário médio de admissão foi de R$ 1.915,16 em dezembro do ano passado, o que representa queda real (descontada a inflação) em relação a novembro (R$ 1.933,06). Na comparação com dezembro de 2021, também houve no salário médio de admissão. Naquele mês, o valor foi de R$ 1.897,30. No acumulado de 2022, o saldo positivo foi verificado em todos os 5 grandes grupamentos de atividades econômicas, com destaque para o setor de Serviços que apresentou o maior saldo no ano (1.176.502 postos). O comércio (350.110 postos) obteve o segundo maior saldo do emprego formal no ano, seguido da Indústria que apresentou o terceiro maior saldo (251.868), com destaque para fabricação de calçados de couro (13.402) e coleta de resíduos (12.656). O setor da construção também registrou saldo positivo de (194.444), assim como a Agropecuária que teve saldo de 65.062 empregos no ano.

Mais matérias
desta edição