app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Economia

Investimento estrangeiro no pa�s em 2004 cresceu quase 80%

O Brasil recebeu no ano passado US$ 18,166 bilhões em investimentos estrangeiros diretos, valor que representa um crescimento de 79,1% sobre o número registrado em 2003 (US$ 10,144 bilhões). O resultado de 2004, no entanto, está inflado pela operação de

Por | Edição do dia 21/01/2005 - Matéria atualizada em 21/01/2005 às 00h00

O Brasil recebeu no ano passado US$ 18,166 bilhões em investimentos estrangeiros diretos, valor que representa um crescimento de 79,1% sobre o número registrado em 2003 (US$ 10,144 bilhões). O resultado de 2004, no entanto, está inflado pela operação de troca de ações entre a cervejaria brasileira AmBev e a belga Intrebrew, que foi responsável pelo acréscimo de quase US$ 5 bilhões no saldo de investimento estrangeiro no país. O resultado do ano passado superou em mais de US$ 1 bilhão a previsão do BC, que era de US$ 17 bilhões, já considerando a operação extraordinária das cervejarias. O desempenho ficou acima do esperado principalmente devido ao bom resultado de dezembro, que registrou a entrada de US$ 3,150 bilhões, contra US$ 1,319 bilhão no mês anterior. Para este ano, o BC prevê que o Brasil receberá US$ 14 bilhões em investimentos. O crescimento dos investimentos estrangeiros no Brasil é favorecido pelos recentes resultados da economia. Entre janeiro e setembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 5,3%. O aumento dos investimentos é necessário para sustentar a retomada do crescimento econômico. Sem isso, o aumento da demanda gerado pela expansão poderia superar a capacidade das empresas de ofertarem bens e serviços, resultando em aumento da inflação. Turismo Os gastos dos turistas estrangeiros no Brasil subiram 30% no ano passado. Eles deixaram no país US$ 3,222 bilhões, contra US$ 2,479 bilhões em 2003. “A gente acredita que possa ser uma tendência [de crescimento dos gastos de estrangeiros no Brasil] devido ao esforço da Embratur [Instituto Brasileiro de Turismo]”, avalia o diretor-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Luiz Malan. Os gastos dos brasileiros em viagens de turismo ou negócios ao exterior também cresceram e passaram de US$ 2,261 bilhões em 2003 para US$ 2,871 bilhões em 2004, uma alta de 27%.

Mais matérias
desta edição