app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Economia

Material escolar estilizado tem pre�os al�m da fic��o

Rio de Janeiro – O material escolar com princesas e heróis  da moda é o grande vilão nesta  volta às aulas: aumentou cerca  de 20% em relação ao ano passado. Já os preços dos itens  mais simples, sem os personagens mais cobiçados pelas crianças, aumentara

Por | Edição do dia 23/01/2005 - Matéria atualizada em 23/01/2005 às 00h00

Rio de Janeiro – O material escolar com princesas e heróis  da moda é o grande vilão nesta  volta às aulas: aumentou cerca  de 20% em relação ao ano passado. Já os preços dos itens  mais simples, sem os personagens mais cobiçados pelas crianças, aumentaram em ritmo menor, subindo 12% no mesmo período. De acordo com a Brasil Escolar, associação que reúne  mais de 600 papelarias no país,  mochilas da Barbie, da Mattel, cadernos do Peter Pan, da Disney, e merendeiras do Shrek, da DreamWorks, por exemplo, já  representam, em média, 70%  dos itens à venda nas redes do  setor. “Apesar de sempre serem mais caros, este ano, principalmente, com a retomada da economia e melhora na renda ao longo do ano passado, os lojistas estão apostando nos produtos com maior valor agregado, que proporcionam vendas maiores. A cada ano diminui o número de lojas que investem em produtos mais baratos porque o valor das vendas é menor”, explica Gabriel Busato, representante da Brasil Escolar, ao se referir a itens sem personagens consagrados. As altas, segundo a Brasil Escolar, acompanham a inflação ao longo do ano passado e a valorização de matérias-primas derivadas do petróleo no mercado externo, como o plástico, que encarecem produtos como réguas e compassos. Empresas como Warner e Mattel comemoram, este ano, o aumento do número de empresas do setor interessadas em fabricar cadernos, lápis, mochilas e agendas com os personagens mais consagrados do mercado. Por causa disso, este ano, a  Mattel, além de ter sua Barbie estampada em cadernos, agendas e mochilas, também estará  presente em colas branca ou  com glitter, borrachas e corretivos. Já a Warner aposta este ano  em produtos com os Looney Tunes e As Meninas Superpoderosas. O “hit” das livrarias A novidade que promete  fazer sucesso nas vendas é a  coleção das Meninas Superpoderosas, que chega aos consumidores com um novo estilo  – o das Meninas Modernas, cujos cadernos vêm com capas inéditas e aplicação de  PVC (um tipo de plástico) e  glitter. Tudo isso para garantir o sucesso dos heróis também no varejo. Mas os preços dos itens com personagens chegam a custar até quatro vezes mais do que os sem desenhos. Em algumas lojas, o fichário universitário do Homem Aranha em alto-relevo, com divisórias, sai a R$ 92. Um de modelo mais simples custa apenas R$ 19,50. Produtos como esses ocupam mais de 40% do espaço das lojas destinadas aos materiais escolares. Para Gabriel Busato, da Brasil Escolar, muitas vezes, o preço dos artigos não pesa tanto na hora da escolha, porque são essas peças mais caras as grandes campeãs de vendas. De olho nesse filão, estabelecimentos do setor não hesitam em adotar métodos ágeis para repor seus estoques. “A corrida pela compra de materiais ainda nem atingiu seu ponto alto e algumas livrarias já estão na segunda reposição desses itens estilizados”, diz Busato.

Mais matérias
desta edição