app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Economia

Turistas deixam R$ 3,2 bilh�es no Brasil

O Ministério do Turismo celebra novos recordes para o setor. Em 2004, as viagens internacionais geraram para os cofres brasileiros mais de US$ 3,22 bilhões, 30% a mais do que o volume registrado em todo o ano de 2003. De acordo com os dados revelados pelo

Por | Edição do dia 23/01/2005 - Matéria atualizada em 23/01/2005 às 00h00

O Ministério do Turismo celebra novos recordes para o setor. Em 2004, as viagens internacionais geraram para os cofres brasileiros mais de US$ 3,22 bilhões, 30% a mais do que o volume registrado em todo o ano de 2003. De acordo com os dados revelados pelo Banco Central, esta receita supera o recorde anterior de US$ 2,479 bilhões, registrado em 2003, a partir de trocas cambiais oficiais e compras com cartões de crédito internacionais. Dezembro Só no mês de dezembro, os turistas estrangeiros que passaram pelo país geraram US$ 335 milhões, 20% a mais do que em dezembro do ano anterior. O mais novo recorde mensal, celebra o BC, supera o que havia sido registrado em 2004 quando, em março, os turistas estrangeiros deixaram US$ 308 milhões no Brasil. Os dólares gerados por viagens internacionais também garantiram saldos positivos - a diferença entre os gastos de estrangeiros no país e o gasto de brasileiros no exterior. Foram US$ 351 milhões a mais para o país em 2004, 61% acima dos US$ 218 milhões gerados em 2003. O gasto de brasileiros com viagens internacionais também aumentou passando de US$ 207 milhões em dezembro de 2003 para US$ 313 milhões no mesmo mês de 2004. De acordo com Luiz Malan, chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, estas cifras são extremamente positivas desde que o Banco Central acompanha as contas com viagens internacionais mês a mês desde 1969. “O Brasil passa a ser um pólo turístico internacional devido ao esforço de promoção do País que a Embratur vem fazendo no exterior. O turismo está mudando, hoje temos melhor infra-estrutura, hotéis e serviços”, comemorou Malan.

Mais matérias
desta edição