app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Economia

Minist�rio vai enviar R$ 1,6 mi para Macei�

PATRYCIA MONTEIRO O Programa Habitar Brasil, do Ministério das Cidades, vai enviar para Maceió R$ 1,6 milhão para iniciar a segunda etapa de obras no conjunto habitacional Denisson Menezes, localizado na periferia da capital alagoana. O projeto de urban

Por | Edição do dia 04/02/2005 - Matéria atualizada em 04/02/2005 às 00h00

PATRYCIA MONTEIRO O Programa Habitar Brasil, do Ministério das Cidades, vai enviar para Maceió R$ 1,6 milhão para iniciar a segunda etapa de obras no conjunto habitacional Denisson Menezes, localizado na periferia da capital alagoana. O projeto de urbanização na comunidade - que beneficiará 118 famílias - está orçado em R$ 1,9 milhão, mas contará com uma contrapartida da Prefeitura de Maceió de R$ 289 mil. A obra será iniciada no segundo semestre deste ano e deve ser concluída no prazo de um ano. O programa do governo federal foi responsável pela primeira obra habitacional e de infra-estrutura do Denisson Menezes, em 2003. Naquela época foram enviados R$ 7,6 milhões investidos na construção de casas populares, em infra-estrutura urbana. No total 564 famílias foram contempladas. O contrato de Alagoas está entre os 31 assinados recentemente pela Secretaria Nacional de Habitação para urbanização de favelas em 30 cidades de 16 estados do País. A União levantou R$ 313,5 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em forma de financiamento. Os investimentos acumulados pelo programa nos anos de 2003 e 2004 somam R$ 589 milhões. Multidisciplinar “Mas o programa é multidisciplinar e compreende também iniciativas de caráter social”, diz Inês Magalhães, diretora do Departamento de Urbanização e Assentamentos Precários da Secretaria Nacional de Habitação. “Também desenvolvemos ações que visam capacitar a população dos conjuntos habitacionais para o mercado de trabalho, elevando seu nível de empregabilidade”, conta. O projeto também promove ações de educação sanitária e ambiental. A comunidade participa da construção dos conjuntos habitacionais desde o projeto até a conclusão das obras. Com os novos contratos, o Programa Habitar passará a atingir 400 mil pessoas, em 119 municípios e 25 estados brasileiros. A iniciativa é voltada para famílias com renda mensal de até três salários mínimos por mês que moram nas capitais, regiões metropolitanas e centro urbanos brasileiros. No Nordeste, além de Maceió, os novos projetos serão desenvolvidos em Camaçari, Salvador e Santo Amaro (BA), Fortaleza (CE), São Luís (MA), Recife (PE), Natal (RN) e Aracaju.

Mais matérias
desta edição