app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Economia Órgãos de defesa do consumidor dão dicas importantes para um consumo consciente

PROCON, DEFENSORIA E OAB ORIENTAM CONSUMIDOR

.

Por ROGÉRIO COSTA | Edição do dia 24/11/2023 - Matéria atualizada em 24/11/2023 às 04h00

Os órgãos de defesa do consumidor também se prepararam para a Black Friday realizando pesquisas de preços dos produtos e serviços oferecidos pelos lojistas, acompanhamento dos descontos, orientações e suporte para compras, além de muitas dicas para o público.

Segundo a diretora do Procon Maceió, Cecília Wanderley, o órgão estará vigilante em relação às compras e recebendo denúncias de práticas irregulares, prestando atendimento aos que necessitem de orientações, bem como esclarecendo dúvidas sobre as relações de consumo.

“Se for comprar, procure fazer uma lista com as suas necessidades ou produtos desejados para fazer uma aquisição consciente. Observe a nossa pesquisa, ela está disponível no nosso site. Fique de olho nos falsos descontos e denuncie; se for comprar online, observe atentamente a possibilidade de existirem falsos anúncios, verifique detalhes como o preço e os meios de contato do lojista e o fabricante; confira a indicação do CNPJ e endereço físico disponível no site, evite repassar informações de segurança durante as compras e fique atento a oferta de seguros ou valores do frete que estejam muito acima do normal”, orienta Cecília Wanderley.

A presidente da Comissão de Direito do Consumidor da OAB Alagoas, Jordane Almeida, orienta os consumidores a pesquisarem os produtos ou serviços de interesse, e recomenda a busca de informações confiáveis das lojas e plataformas de vendas.

Segundo ela, existem sites que possuem uma espécie de ranking das empresas que prestam a melhor assistência antes e depois das vendas, com um alto índice de solução de problemas junto aos clientes.

“O consumidor tem direito à informação transparente em toda a compra. O Código do Consumidor garante toda a proteção. Nas compras online, pesquise, pergunte, observe, reflita. Se planeje financeiramente e busque os mecanismos de segurança se vai comprar pela internet. Procure utilizar o recurso do cartão de crédito virtual e verifique se há juros, o prazo de entrega, as condições de pagamento, características do produto; observe as variações de preços de um site para outro, busque realizar sua compra em um site seguro e, se for o caso, use o direito ao arrependimento sem qualquer justificativa ou penalização. Se o produto não for entregue, solicite a entrega forçada, opte por um similar ou desista da compra pedindo a devolução dos valores”, citou. RC

Mais matérias
desta edição