app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Economia

Empr�stimos externos devem cair em 2003

O Brasil vai precisar captar em 2003, entre empréstimos e investimentos diretos na economia, cerca de US$ 43 bilhões no mercado internacional para fechar suas contas externas. O valor, obtido a partir de estimativas feitas pelo Banco Central e pelo mercad

Por | Edição do dia 05/05/2002 - Matéria atualizada em 05/05/2002 às 00h00

O Brasil vai precisar captar em 2003, entre empréstimos e investimentos diretos na economia, cerca de US$ 43 bilhões no mercado internacional para fechar suas contas externas. O valor, obtido a partir de estimativas feitas pelo Banco Central e pelo mercado, é 10% menor do que os US$ 47,7 bilhões que devem ser necessários neste ano. No mercado interno, serão R$ 142,247 bilhões de títulos públicos federais (que representam dívida) que terão de ser renovados no ano que vem, contra R$ 176,9 estimados para 2002. Se a rolagem da dívida do país dependesse somente do total a ser pago, o próximo presidente iniciaria seu mandato sem maioresdificuldades para lidar com os credores externos e internos doBrasil. Mas o que determinará o maior ou menor grau de dificuldade para financiar as contas externa e interna do País será o juro que os credores cobrarão para continuar a emprestar, dado o risco que o novo governo representará para o pagamento de suas dívidas. “O tom dos candidatos (à Presidência da República) quanto ao que farão em relação à rolagem das dívidas vai contribuir para a definição de juros maiores ou menores. Evidentemente, se o discurso for o de penalizar o credor, ele ficará refratário a emprestar ao País”, disse Octavio de Barros, economista-chefe do BBV Banco.

Mais matérias
desta edição