app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Economia

Centro ficar� de luto em protesto pela revitaliza��o

Depois de dar um abraço simbólico no Comércio de Maceió, a Comissão Pró-Centro (CPC) resolveu, agora, decretar “luto” de uma semana, para demonstrar a insatisfação com a falta de atenção da prefeitura com as reivindicações. O luto começa na sexta-feira,

Por | Edição do dia 07/05/2002 - Matéria atualizada em 07/05/2002 às 00h00

Depois de dar um abraço simbólico no Comércio de Maceió, a Comissão Pró-Centro (CPC) resolveu, agora, decretar “luto” de uma semana, para demonstrar a insatisfação com a falta de atenção da prefeitura com as reivindicações. O luto começa na sexta-feira, 17, e vai durar até a quinta-feira da semana seguinte. As lojas vão colocar tarjas pretas nas vitrines e nas faixadas e os funcionários vão trabalhar com uma faixa preta enrolada no braço. A data foi decidida para dar mais tempo de mobilizar os empresários que atuam no Centro, lojistas e comerciários, e também possibilitar ao poder público a reavaliação das reivindicações apresentadas pela CPC. A decisão foi tomada ontem, em reunião da comissão, no auditório do Centro Comercial Boa Vista, que contou com a participação de mais de 50 empresários. A expectativa era de que o vice-prefeito Alberto Sexta-feira participasse da reunião. Mas de última hora ele cancelou o compromisso, o que frustrou os empresários. “Continuamos abertos ao diálogo e queremos trabalhar juntos com a prefeitura. No entanto, decidimos organizar o protesto para demonstrar ao poder público e à população, ao mesmo tempo, a nossa insatisfação com a atual situação no centro e a nossa vontade de lutar pela revitalização”, afirmou a coordenadora da CPC, Vaninha Nutels. O movimento O Centro está de Luto está programado para começar na sexta-feira, 17, às 7h, com uma missa na Igreja do Livramento. Em seguida, os empresários vão colocar as tarjas pretas nas lojas e promover atos de protesto.

Mais matérias
desta edição