app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Economia

P�nico derrubou C-bond

São Paulo - Os investidores brasileiros foram os grandes responsáveis pelo recente rebaixamento na recomendação dos títulos da dívida externa, feito por bancos estrangeiros. A avaliação é do professor Walter Molano, professor da Universidade de Columbia (

Por | Edição do dia 15/05/2002 - Matéria atualizada em 15/05/2002 às 00h00

São Paulo - Os investidores brasileiros foram os grandes responsáveis pelo recente rebaixamento na recomendação dos títulos da dívida externa, feito por bancos estrangeiros. A avaliação é do professor Walter Molano, professor da Universidade de Columbia (EUA) e diretor de pesquisa da BCP Securities. Molano está em São Paulo a convite do Laboratório de Finanças da USP para ministrar um curso intensivo sobre Investimentos em Mercados Emergentes, hoje. Segundo ele, os investidores locais entraram em pânico frente à possibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vencer as eleições de outubro e iniciaram um movimento de venda dos papéis da dívida. Em conseqüência, quando os papéis (o C-bond é a referência) ficaram abaixo de 79% do valor de face, os bancos internacionais reagiram, piorando a recomendação e provocando uma queda ainda mais acentuada dos papéis - que ficaram mais baratos e atraentes para compra futura. “O Brasil é uma democracia jovem e não está acostumado a mudanças de partido no governo. Por isso, tanto medo por parte dos investidores locais”, disse. E ressaltou: “As recomendações mudaram muito mais por conta da queda dos preços dos papéis do que por motivos eleitorais. As eleições foram o argumento para justificar o fato de os brasileiros estarem vendendo seus títulos. Depois da queda forte nos preços, eles trocam as recomendações. É um péssimo exemplo”, finalizou.

Mais matérias
desta edição