app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Economia

Petrobras supera volume de produ��o

| DE EDITORIA DE ECONOMIA A Petrobras anunciou o alcance de mais um recorde de produção no ontem. A empresa extraiu dos campos nacionais 1.857.425 barris, contra a marca anterior de 1,855 milhão de barris registrada no dia 23 de junho. O montante supera

Por | Edição do dia 21/12/2005 - Matéria atualizada em 21/12/2005 às 00h00

| DE EDITORIA DE ECONOMIA A Petrobras anunciou o alcance de mais um recorde de produção no ontem. A empresa extraiu dos campos nacionais 1.857.425 barris, contra a marca anterior de 1,855 milhão de barris registrada no dia 23 de junho. O montante supera o consumo atual do país, em torno de 1,8 milhão de barris diários. A produção desta segunda-feira supera em 5,8% o último recorde mensal de produção, também em junho, de 1,755 milhão de barris por dia, e mostra aumento de 24,4% em relação à produção média do ano passado. De acordo com uma nota divulgada pela empresa, o resultado se deve à recuperação da produção em campos maduros das regiões Norte e Nordeste do país e do Espírito Santo. Além disso, contribuíram as atividades das plataformas P-43 e P-48, instaladas neste ano nos campos de Barracuda e Caratinga, na Bacia de Campos, respectivamente. A Petrobras reafirmou seu compromisso de alcançar a auto-suficiência do País no primeiro trimestre do ano que vem, com a operação da plataforma P-50 no campo de Albacora Leste, também na Bacia de Campos. PERNAMBUCO O litoral pernambucano tem petróleo. A confirmação foi feita pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e anunciada ontem pelo seu diretor, John Forman, em reunião com o governador Jarbas Vasconcelos. A descoberta de indícios de petróleo leve na Bacia Pernambuco-Paraíba é resultado de um ano de estudos geoquímicos, num investimento de R$ 5 milhões, realizados pela HRT Petróleo. A ANP deseja que dois setores da bacia, em águas rasas e profundas, sejam incluídos na 8ª rodada de licitações para exploração. O pedido foi feito ao Ministério de Minas e Energia, que se pronuncia sobre a proposta em janeiro. Só nessa etapa há condição de saber a quantidade de petróleo. As licitações devem ocorrer entre os meses de setembro e outubro de 2006. O Brasil tem 113 empresas habilitadas para exploração de petróleo no País. As vencedoras terão 27 anos de concessão para exploração e produção. “Identificamos petróleo na Bacia Pernambuco-Paraíba e iremos oferecer blocos para exploração. As empresas que ganharem a concorrência é que vão identificar a quantidade e a qualidade desse petróleo”, informou o diretor da ANP.

Mais matérias
desta edição