app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Economia

Consignado empresta R$ 123 mi em AL

| PATRYCIA MONTEIRO Editora de Economia Pouco mais de 75 mil aposentados e pensionistas alagoanos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) lançaram mão do crédito com desconto em folha, totalizando R$ 123 milhões em empréstimos. É o que informam os

Por | Edição do dia 22/12/2005 - Matéria atualizada em 22/12/2005 às 00h00

| PATRYCIA MONTEIRO Editora de Economia Pouco mais de 75 mil aposentados e pensionistas alagoanos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) lançaram mão do crédito com desconto em folha, totalizando R$ 123 milhões em empréstimos. É o que informam os dados de novembro da Dataprev – Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social. Os números refletem que, ao contrário do que se acredita, poucos são os beneficiários do INSS que captaram dinheiro pelo crédito consignado no Estado, considerando que há cerca de 321 mil deles listados pela previdência em Alagoas. Ou seja, apenas 1 em cada 4 aposentados e pensionistas do Estado obtive crédito. Por outro lado, a penetração ainda pequena do crédito consignado no Estado aponta que há ainda uma boa margem para expansão dessa modalidade de crédito em Alagoas, assim como no País. No Brasil, existem 23,9 milhões de beneficiários, mas desde maio de 2004 – período em que a modalidade de crédito entrou em vigor – a novembro deste ano, apenas 6,2 milhões de contratações de crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS, somando R$ 10,9 bilhões em desembolsos. Além disso, o ritmo de expansão do crédito consignado tem se mantido constante sem variações abruptas em Alagoas, tendo em vista que até setembro deste ano os repasses totalizavam R$ 107 milhões. Outro aspecto relevante é o caráter social do crédito consignado. Com taxas de juros relativamente baixas em relação às cobradas no mercado – o consumidor que escolhe o crédito com desconto em folha paga, em média, juros de 36,5% ao ano, enquanto no financiamento comum a cobrança é de 85,2% ao ano – 80% dos beneficiários que buscam empréstimo com desconto em folha têm rendimentos de até dois salários mínimos em Alagoas. Os financiamentos com desconto em folha de pagamento representam 45% de todas as operações de crédito pessoal efetuadas pelos bancos do País, segundo dados do Banco Central. Nordeste Na região Nordeste, em termos de volume financeiro, o Estado que registra o maior valor em desembolsos é a Bahia com R$ 638 milhões emprestados para 379,2 mil beneficiários (ver tabela). Lá, existem 1,72 milhão de aposentados e pensionistas. Pernambuco é o segundo maior tomador de empréstimo com desconto em folha nordestina com R$ 439,5 milhões em desembolsos para 262 mil beneficiários, em um contingente formado por 1,1 milhão deles. Em seguida, vem o Ceará (R$ 325,7 milhões para 222 mil beneficiários), o Maranhão (R$ 241,1 milhões para 152,8 mil). Alagoas ocupa o oitavo lugar no ranking de volumes financeiros emprestados com desconto em folha no Nordeste, ficando na frente apenas de Sergipe. Mas vale ressaltar que essa posição é influenciada pelo número de aposentados e pensionistas existentes em cada estado. Alagoas também é o oitavo em número de beneficiários entre os estados nordestinos. Prazos No Brasil, o levantamento da Dataprev indica que 57,91% dos aposentados têm optado por pagar seus empréstimos no prazo de 31 a 36 meses. Outros 5,97% optaram por quitar o empréstimo num prazo superior a 37 meses – o que não é mais permitido, de acordo com as novas regras de empréstimo consignado da Previdência. Agora, o prazo máximo de pagamento é de 36 meses. Os aposentados que recebem até um salário mínimo (R$ 300) por mês responderam por 50,19% das operações de crédito consignado realizadas até o fim de novembro.

Mais matérias
desta edição