app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Economia

Produ��o de autom�veis atinge recorde

| Vinícius Albuquerque Folhapress A produção de automóveis na China, em novembro, cresceu 52,1% na comparação com o mesmo mês de 2004, atingindo a marca recorde de 291 mil unidades, superando ainda o recorde anterior, de 275.100 unidades, informou na úl

Por | Edição do dia 25/12/2005 - Matéria atualizada em 25/12/2005 às 00h00

| Vinícius Albuquerque Folhapress A produção de automóveis na China, em novembro, cresceu 52,1% na comparação com o mesmo mês de 2004, atingindo a marca recorde de 291 mil unidades, superando ainda o recorde anterior, de 275.100 unidades, informou na última sexta-feira o Escritório Nacional de Estatísticas da China. A produção de carros na China entre janeiro e novembro totalizou 2,65 milhões de unidades, um aumento de 24,2% na comparação anual, sempre segundo a agência do governo - que, no entanto, não apresentou explicação para o desempenho. Ritmo acelerado A produção de carros para todo o ano de 2005 deve registrar crescimento a um ritmo ligeiramente mais acelerado que o observado no período de janeiro a novembro, segundo o funcionário do Departamento de Transportes Industriais do escritório, Jiang Yuan. Uma explicação para o resultado, segundo Jiang Yuan, pode ser a fraca base de comparação utilizada, que foram os dados do ano passado, que totalizou 2,31 milhões de unidades (crescimento de 11,7%). A demanda por automóveis na China teve um enfraquecimento significativo no ano passado devido às medidas tomadas pelo governo para conter o crédito após os sinais de superaquecimento da economia, que preocupou o governo daquele país. A queda da demanda foi seguida por forte queda de preços no setor. “Para 2006, a expectativa do governo chinês é de que as importações de veículos barateiem ainda mais o produto”, disse Jiang Yuan. “Pessoalmente eu acho que os preços dos carros não vão se estabilizar até algum ponto do ano de 2007 (...) mas é difícil prever quando uma base vai se formar.”

Mais matérias
desta edição